Original X Regravação: You Spin Me Round (Like a Record)

"Depois do silêncio, aquilo que mais aproximadamente exprime o inexprimível é a música."

Esta frase de Aldous Huxley fez-me pensar na força que a música tem como expressão, sintetizando sentimentos e épocas, modificando-se, evoluindo. Valendo-me deste conceito mutatório foi que surgiu a idéia de fazer uma comparação entre a música em seu original e a mesma em sua releitura. Nascia aí mais uma sessão do blog! Já passaram por aqui I Will SurviveIs This LoveThe Mercy SeatLovesong,  WonderwallWill You Still Love Me Tomorow?, I Can't Make You Love Me,  e, hoje, falarei da psicodélica

You Spin Me Round (Like a Record).

Eu que adoro tudo relacionado ao exagero oitentista, não poderia deixar de comentar uma das músicas britânicas mais bem sucedidas da época: You Spin Me Round (Like a Record) foi lançada em 1985 pela banda Dead or Alive. Com uma levada dançante, permitindo variações, fica fácil de notar o porquê desta música possuir versões sendo realizadas até hoje, inclusive, algumas delas usam a música em um segundo plano - caso de Flo Rida. Perante tal, escolhi 09 regravações dos mais variados estilos, que considero merecerem destaque.

A Original:
.
Dead or Alive
 - Clássica! -


As Regravações:
.
Dope
 - Mais pesada, muito boa. -

Jessica Simpson
 - Não fez meu estilo. -

Indochina
 - Adorei. -

Danzel
 - Totalmente Trance. -

Adam Sandler
 - É para um filme, mas, não resisti. -

Thea Gilmore
 - Uma levada mais folk, bem interessante. -

Thalía
 - Achei aguda demais. -

Alvin e os Esquilos
 - Cute. -

Flo Rida
 - Faz uma versão usando como base a música. -


De qual vocês mais gostaram: 
Da Original ou de Alguma das Versões?


This entry was posted on 9 de jul de 2012 and is filed under , , , , , , , . You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 . You can leave a response .

Leave a Reply

"Nunca houve no mundo duas opiniões iguais, nem dois fios de cabelo ou grãos. A qualidade mais universal é a diversidade." [ Michel de Montaigne ]

LEIA,
PENSE,
COMENTE!

Obrigada pelo seu Comentário!!