Retrospectiva Baiser: Os Beijos nos Anos 50

Seguindo com o especial Beijo no Cinema, apresento uma rápida lista de beijos marcantes da citada década. Por certo que outros mais deveriam ser comentados por aqui; Então, não se acanhem em sugerir e aumentar a lista.

Só para complementar o clima desta cronologia cinematográfica, deixo aqui uma de minhas músicas preferidas do período: Bella Notte.
Anos 50
Para iniciar muito bem esta década, selecionei um dos beijos mais antológicos do cinema; Datado de 1953, com muita areia e água, temos a bela Deborah Kerr nos braços de Burt Lancaster em A Um Passo da Eternidade.


Logo em seguida temos a dama Liz Taylor e o Montegomery Clift  na película Um Lugar ao Sol, 1951. Apesar de não ser o vídeo original da cena, esta montagem ao som da belíssima Last Goodbye de Jeff Buckley, compensa! O close durante as cenas é uma ótima referência ao grau de intimidade do casal.

Como eu adoro a docilidade de A Princesa e o Plebeu deixo aqui na lista este molhado - literalmente - beijo:


Aqui não é exatamente um beijo, mas a forma como ele é pedido, jogado e usado como artifício para caracterizar o crime e a femme fatale em A Morte Num Beijo. Coloquei o Filme Completo.



Em 1955 a Disney nos presenteou com um beijo tão adorável que por muitas vezes foi copiado.Como esquecer de A Dama e o Vagabundo...?

O primeiro beijo na linha sci-fi que elenco é de 1956 e foi executado no final do Vampiros de Almas, e a reviravolta se fez. O link do vídeo está logo ao final da imagem.

Tarde de Mais Para Esquecer (1957) possuí um dos finais mais marcantes do cinema, inclusive um dos beijos também; Os protagonistas deste momento são Cary Grant e Deborah Kerr.


Marilyn Monroe e Tony Curtis possuem diversas cenas memoráveis em Quanto Mais Quente Melhor (1959), inclusive beijos que valem conferir! O link do vídeo está logo ao final da imagem.
Como não poderia deixar de ser o cineasta Alfred Hitchcock também deixou sua marca por entre beijos cinematográficos inesquecíveis; Basta observar o instigante Ladrão de Casacas, o inesperado Um Corpo que Cai e a sagaz cena do túnel em Intriga Internacional - o link do vídeo está logo ao final da imagem -, Respectivamente:

Outro cineasta que brilhou durante esta década foi Elia Kazan. De uma forma audaciosa, fez dos "beijos proibidos" sua arma. Em Uma Rua Chamada Pecado (1951) - link do vídeo está logo ao final da imagem - Blanche beija um garoto menor de idade, sonhando ele ser seu falecido marido; Já em Sindicato de Ladrões (1954) temos o beijo relutante de Marlon Brando e Eva Marie Saint; Por fim, em Boneca de Carne (1956) cria-se um ambiente com ares maquiavélicos de sedução.

Até a Próxima!

Mais Informações e Beijos você encontra Aqui: http://www.filmsite.org/filmkisses.html


.

...

This entry was posted on 19 de set de 2011 and is filed under , , , , , , , , , . You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 . You can leave a response .

17 Responses to “ Retrospectiva Baiser: Os Beijos nos Anos 50 ”

  1. Olá, Karla, já sou seguidor do seu belo blog.
    Abraços,

    O Falcão Maltês

    ResponderExcluir
  2. Oh o mais fofo a Dama e vagabundo *-*
    http://marifriend.blogspot.com/2011/09/conselhos.html#comments

    ResponderExcluir
  3. Nossa, sem duvidas gostei mais o do filme A dama e o Vagabundo.!
    http://lollyoliver.wordpress.com

    ResponderExcluir
  4. Belo trabalho você fez aqui, hein? Imagino que não foi fácil separar todas essas cenas! =)


    http://umlivroqualquer.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Adoro filmes antigos. Eram feitos pela arte e não pelo dinheiro.

    mauricioopereira.blogspot

    ResponderExcluir
  6. Sou cinéfila também, adorei o post sobre os beijos mais marcantes.
    Parabéns pelo blog!
    beijos ^^

    ResponderExcluir
  7. aaah, que legal esse post, eu acompanhei o anterior sobre o primeiro beijo, achei mto bom, agora esse, rs, demais, vi todos os beijos e me deu uma vontade de beijar tbm, hehehe...
    fk bem lindona.
    ate breve!!

    ResponderExcluir
  8. Deu uma vontade imensa de beijar!
    Adoooooro!
    Ai que vontade de rever algums filmes antigos!
    Bom demais
    E a dama e o vagabundo, adoro muito!
    \o/
    Ai que poster, agora estou com uma boca necessitada
    kkkkkkkk

    ResponderExcluir
  9. gostei do post, vertigo é meu filme favorito! ahhahaha

    ResponderExcluir
  10. Nossa, muito bom post!
    Como sempre aqui no blog, muito bem elaborado e divertido
    Parabéns aí Karla ;D

    ResponderExcluir
  11. Adorooooo a dama e o vagabundo.
    Realmente inesquecível!!!



    http://resenhandomm.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. Acho q depois de ver The Rum Diary vc vai querer adicionar uns beijos do "Paul Kemp" com a "Chenault" aí hein! hahah

    Queria agradecer os links para o Depp Lovers site e para o blog!

    Beijos

    ResponderExcluir
  13. O beijo pode ser tão poético quanto as letras, os vídeos mostraram isto.

    blog maravilhoso, parabéns.

    http://www.pequenosdeleites.com.br

    ResponderExcluir
  14. Beijo é muito bom e os beijos vintage são os melhores. Post classicamente delicioso.
    Também gosto muito do beijo em A Dama e o Vagabundo, mas a lista está tão acertada. Adoro todos os filmes aqui!

    Uns BEIJOS pra vc tbm Karla! ;)

    ResponderExcluir
  15. Como esquecer cenas tão marcantes -e românticas- do cinema. É incrível como tudo naquela época parecia ser mais bonito e encantador.

    Belíssimo post Karla!

    ResponderExcluir
  16. Estou apreciando este blog com muito vagar ...
    Revendo as lembranças ...
    Anotano novas recordações que quero ter ...
    Deliciando ...

    Muito obrigado

    ResponderExcluir

"Nunca houve no mundo duas opiniões iguais, nem dois fios de cabelo ou grãos. A qualidade mais universal é a diversidade." [ Michel de Montaigne ]

LEIA,
PENSE,
COMENTE!

Obrigada pelo seu Comentário!!