Escapismo Cinéfilo: A Balada do Pistoleiro

No tédio de um noite solitária encontrar um de seus filmes preferidos passando na telinha pode ser algo reconfortante - ainda mais quando este traz alguma de suas paixonites cinematográficas. O cinema incorpora bem aquela qualidade de nos levar momentaneamente esquecer o que nos incomoda. O meu escapismo cinéfilo deste final de semana foi: A Balada do Pistoleiro.


Sinopse:
Um Mariachi que teve a sua vida destruída - morte de sua namorada e impossibilidade de tocar seu violão novamente - por um grupo de bandidos a mando de Bucho - um poderoso traficante -, parte em busca de vingança. Com um estojo cheio de armas, um bom amigo, uma aliada inesperada e muita vontade pessoal, persegue seu objetivo de cidade em cidade. 


Ficha Técnica:
Título Original: Desperado
País: Estados Unidos
Gênero: Ação, Aventura e Comédia
Ano: 1995
Diretor: Robert Rodriguez
Elenco: Todo o elenco pode ser visto AQUI; Os principais são


Antonio Banderas - El Mariachi


Salma Hayek - Carolina


Steve Buscemi - Buscemi



Danny Trejo - Navajas





Prêmios:
  • Saturn Awards: Salma Hayek foi indicada para a categoria de Melhor Atriz Coadjuvante.
  • MTV Movies Awards: Indicado na categoria de Melhor Beijo para Salma Hayek e Antonio Banderas.
  • Stockholm Film Festival: Indicado ao prêmio Bronze Horse.


Crítica:

Um ponto impossível de se deixar destacar sobre esta película, conforme já citei numa postagem aqui no meu blog Nascida em Versos, é o de que Quentin Tarantino e Robert Rodriguez aliaram-se para esta produção. Ambos se conheceram no Festival de Filmes de Toronto, onde estavam apresentando suas respectivas estréias, Tarantino com Cães de Aluguel e Rodriguez com El Mariachi. Rapidamente tornaram-se amigos, não demorando muito para que eles começassem a trabalhar juntos. Tarantino, em uma de suas primeiras aparições como ator, aceitou um pequeno papel em A Balada do Pistoleiro de Robert (1995). Neste Robert utilizava elementos muito similares ao seu filme de estréia, apenas trazendo algumas pitadas de sensualidade e uma melhor produção. Assim ocorria o debut de Rodriguez  - também dirigiu Sin CityPlaneta TerrorUm Drink no Inferno e Machete - e o nascimento de uma grande aliança com Tarantino.

O filme possui todos os elementos que interessam ao gênero Ação/Aventura: Armas, sangue, bandidos, anti-herói com apelo emocional, explosões e uma bela garota. Todavia, a película ganha alguns pontos no âmbito criatividade, já que é contada de forma bem singular e com muito sabor latino. Gosto por demais dos diálogos, compostos de algumas frases de efeito, alguns momentos hilários e bilíngue.

O sabor latino que cito acima pode ser verificado tanto na trilha sonora, a qual conta com três dos atores participando: Tito Larriva (da Tito & Tarantula), Antonio Banderas e Salma Hayek, como poderá conferir na sequência; Quanto no figurino, todo muito bom. Ressalto, entretanto, o visual do El Mariachi. A roupa é uma releitura do tradicional traje deste estilo de músico, sem o chapéu, é claro. A jaqueta dele é um total sonho de consumo meu. Afinal, quão cool não é aquele detalhe do escorpião nas costas, né?!

Além de funcionar perfeitamente como uma opção cinematográfica de ação/aventura, é perfeito no quesito comédia. Um humor gostoso de acompanhar e sem os exageros que se vê em certos títulos. Nesta ala há que se mencionar o maravilhoso trabalho dos coadjuvantes - Steve BuscemiJoaquim de AlmeidaCheech Marin, Tito Larriva e, inclusive, Quentin. Ademais, o tom sátira de algumas cenas é irresistível.

Já no quesito sensualidade são Antonio Banderas e Salma Hayek que tiram o fôlego. Além de ambos estarem muito bem em seus respectivos papéis, estão na sua melhor versão: Salma toda latina, com cabelão, pele e suas recheadas curvas à mostra; Antonio com seu ar sofrido e dualista, cabelos na cara e pele morena. Ao juntar os dois em uma ótima - um pouco over the top, bem no estilo de Rodriguez - cena de sexo.. Hot!  

Interessado numa boa diversão?
Este é o seu filme. 

Classificação:

 

Onde Encontrar:
Desta vez irei recomendar um DVD específico que tenho, já que considero uma boa pedida para a coleção; Neste, além de trazer A Balada do Pistoleiro, vem com o filme inspirador El Mariachi - aviso que este não possui a mesma qualidade visual daquele, já que feito com um orçamento baixíssimo, mas, é muito bom. Encontrei super fácil ele e num preço bem acessível. Tanto nas Americanas, quanto no Mercado Livre localizei o produto por R$ 24,90, já no Submarino encontrei por R$ 22,90. De qualquer forma, recomendo. 


Trilha Sonora:
Eu simplesmente AMOOOO a soundtrack deste longa! Os maiores destaques vão para Banderas e Hayek que soltaram a voz em dois momentos belíssimos: Ele cantando Canción Del Mariachi, ela interpretando Quédate Aquí. Contudo, vale mencionar as ótimas escolhas de canções de Los LobosLatin Playboys e  Tito & Tarantula - sendo que o Tito faz o papel de Tavo na obra. O tempero latino está bem distribuído na trilha. Ouça agora:









This entry was posted on 30 de jul de 2011 and is filed under , , , , , , , , , . You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 . You can leave a response .

12 Responses to “ Escapismo Cinéfilo: A Balada do Pistoleiro ”

  1. Esse filme parece ser legal, gostei do trailer também. Só é um pouco antigo, mas filmes antigos são ótimos!

    ResponderExcluir
  2. Nunca ouvir falar do filme mas concordo com vc as vezes acontece de tá em casa sem ter oq fazer e é muito bom encontrar um filme que gostamos na tv

    ResponderExcluir
  3. eu adoooro =)
    hehe
    seu blog ta cada dia melhor menina =x

    by:http://meninos-cor-de-rosa.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Tarantino é Tarantino e dispensa maiores considerações. Já falei sobre isso aqui mesmo em seu blog, de que ele desperta os opostos nas pessoas... Quem gosta , ama, quem não gosta, odeia! Eu sou fã de Tarantino e da forma arrojada e ao mesmo tempo despudorada como seus filmes se apresentam, e não é diferente nesse, que eu adoro...heheheheheheh

    Abração

    http://estacaoprimeiradosamba.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Assisti toda a sega, mas confesso que não lembro quase nada desse (vergonha hehehehehe)...

    Até hoje que mais gosto do Rodriguez é o Drink no Inferno e Sin City...

    e aí, já assistiu Harry Potter 7.2???

    ResponderExcluir
  6. Ai ai..
    Agora vou ter que ir procurar esse filme na locadora, na net, em qualquer lugar.... Fiquei com vontade de ver. Rss

    Abraços
    Acácio Neto
    www.acacioneto.com.br

    ResponderExcluir
  7. Clássicos, clássicos *--* Filme bom, Tarantino no filme já é quase que sucesso, classe e charmes garantidos, boa indicação *--*

    http://danilocaruba.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Gostei da forma como este post foi feito. As informações colocadas de forma dinâmica e interessante, é realmente um atrativo para os olhos sem igual. Meus Parabéns.
    Bom, elogios ao layout do blog a parte, vale a pena dizer que essa parceria entre Tarantino e Rodriguez traz uma química boa. Digo isso mesmo não tendo visto o filme que vc fala neste post. Acredito que ambos tem um estilo que combina.

    ResponderExcluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  10. Estou seguindo... parabéns mesmo pelo blog, um dia vou ter um bonito assim.. kkkkkkkk
    comecei praticamente agora com blog, e o máximo que eu faço são textos com um 'q ' de maluco. rsrsrs


    http://humor-sem-graca.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. Guilherme Augusto:

    Confesso que ainda não tirei tempo para ir ver HP 7.2.. mas, estou curiosa!

    ;D

    ResponderExcluir

"Nunca houve no mundo duas opiniões iguais, nem dois fios de cabelo ou grãos. A qualidade mais universal é a diversidade." [ Michel de Montaigne ]

LEIA,
PENSE,
COMENTE!

Obrigada pelo seu Comentário!!