Tarantino & Rodriguez: Uma Parceria de Sucesso!

Começando mais uma postagem da Semana Tarantino, decidi falar sobre a força criativa destes dois amigos e interessantes cineastas: Quentin e Robert. Algumas parcerias estão tão consolidadas que é impossível falar de um sem citar o outro, é o caso de Tim Burton e Johnny Depp, Orson Welles e John Huston, Tarantino e Rodriguez. Todos com suas visões únicas e cada vez melhores elaboradas com o trabalho conjunto. Sabemos que ter amigos é algo essencial - seja aqui, seja em Hollywood. E quando esta ocorre em um ambiente tão inóspito quanto este - repleto de ego, dinheiro e falsos valores - no mínimo a relação de amizade deve ser respeitada! E, no caso desta dupla, apreciada.


Quentin Tarantino e Robert Rodriguez se conheceram no Festival de Filmes de Toronto, ambos apresentando suas estréias, Tarantino com Cães de Aluguel e Rodriguez com El Mariachi. Rapidamente tornaram-se amigos, não demorando muito para que eles começassem a trabalhar juntos. Tarantino, em uma de suas primeiras aparições como ator, aceitou um pequeno papel em A Balada do Pistoleiro de Robert (1995). No mesmo ano, a dupla uniu-se a Allison Anders e Alexandre Rockwell para o filme/antologia Grande Hotel.


Em seguida veio a colaboração mais fecunda dos dois, com Rodriguez dirigindo um velho roteiro de Tarantino: O maravilhoso filme de vampiros Um Drink no Inferno (1996). Quentin faz o papel do irmão irritante de Clooney. O ar vintage, a bela Salma, o clima único, tudo colabora neste clássico do gênero.

O Sucesso levou a mais alguns projetos: Full Tilt Boogie (1997), dirigido por Sarah Kelly; Além da produção de duas sequências do Um Drink no Inferno. Robert Rodriguez compôs a trilha sonora de Kill Bill - Volume 2 (2004) pelo preço simbólico de US$ 1. Como retribuição, Quentin Tarantino decidiu dirigir um dos segmentos de Sin City pela mesma quantia. O mais recente trabalho da dupla Grindhouse.

Grindhouse


O filme-antologia, composto por dois longas: Planeta Terror e À Prova de Morte,  é uma homenagem às produções cinematográficas dos anos 70, que não primavam exatamente pela qualidade, mas divertiam o público em cinemas baratos, conhecidos lá por “Grind Houses”. Daí os cortes de cenas, as imagens trabalhadas de maneira não tão comum e o exagero específico.

A primeira parte - Planeta Terror - é uma paródia dos filmes de zumbis, com muita gosma e pedaços de gente voando para todos os lados. O filme é dirigido por Robert Rodriguez e lembra um pouco seu antigo clássico Um Drink no Inferno. Relata sobre um grupo de pessoas de uma pequena cidade que tenta se livrar dos zumbis surgidos após a liberação de um gás tóxico. Liderados por El Wray (Freddy Rodríguez) um perito em armas e da bela Cherry Darling (Rose McGowan) com seus vários talentos.

A segunda parte - À Prova de Morte - é dirigida por Quentin Tarantino. Conta a história de um serial killer das estradas: Stuntman Mike (Kurt Russel), um dublê aposentado que adora aterrorizar suas vítimas a bordo de seu carro “à prova de morte”. Belas mulheres somadas a muitas perseguições são a base do thriller. Os diálogos intermináveis e característicos de Tarantino não poderiam faltar; Bem como uma boa dose de  humor negro e o velho fetiche por pés.

Grindhouse é divertido, é insano, é uma excelente pedida!



This entry was posted on 8 de set de 2010 and is filed under , , . You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 . You can leave a response .

39 Responses to “ Tarantino & Rodriguez: Uma Parceria de Sucesso! ”

  1. eu só vi o planeta terror, que é NOJENTO!!!! mas é bem legal... não sei se o tarantino está na produção ou algo assim, mas eu quero ver o machete do rodriguez...

    ResponderExcluir
  2. ano gosto mto do tipo de filme do tarantino...
    mas kill bill eh massa! =P

    ResponderExcluir
  3. Não é muito o tipo de filme que eu gosto, mas parece ser bem interessante esses filmes...

    Depois, quando puder, vai lá no meu blog. Se gostar, siga-nos ;D
    www.gabrieltododia.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. São dois excelentes atores e que juntos como parceiros, o filme será um sucesso.

    ResponderExcluir
  5. Promete demais. Parceria ótima!
    Gostei daqui ;)

    -

    http://palavracontemporanea.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. nossa
    n sei da parceria mas soh quant tarantino pra mim ja faz a frente!
    bem legal esse post
    ;***
    depois vai la no meu
    www.aecochata.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. não curto muito esse tipo de filme, mas irei conferir mesmo assim
    http://alancostam.tumblr.com/ siga-me no tumblr.

    ResponderExcluir
  8. Eu gostei muito de Grindhouse, faz um tempinho que assisti já.Tem umas partes bem engraçadas.
    1bj
    http://allaboutshe.co.cc - visita?

    ResponderExcluir
  9. É verdade, eles se conheceram no início dos anos 1990, quando Tarantino divulgava Cães de ALuguel e Rodrigues seu "Desperado". Gosto mais de Tarantino - mais inventivo e original. E tenho que dizer que Rodriguez ainda me agarrou por completo. Passe em meu blog de cinema no portal do jornal BOM DIA, estou divulgando a cinéfilos. Lá tem um pouco de minha paixão pela sétima arte. E comente! Abraços http://blog.redebomdia.com.br/blog/rafaelamaral/

    ResponderExcluir
  10. Adorei seu blog, até pq sou muito fã do Tarantino :) Grande beijo

    ResponderExcluir
  11. Muito bom, Tarantino é foda, creio que poucos discordem.

    ResponderExcluir
  12. No meu ócio dominical, dei o ar da graça de ver um nova peripécia de Tarantino, já famoso pelo elenco: Bartasdos Inglórios. E o que eu digo?
    Digo que Tarantino é o mesmo - não pragmaático. Digo ele. Personalidade, apesar de gerar imagens escrachadas de certas instiuições mórbidas, como o Nazismo em si. (talvez este seja o tesão)
    ..
    Você comentou no meu blog agora a pouco.
    Volte lá, pois postei novamente.
    Obrigado

    ResponderExcluir
  13. Simplesmente sensacional!

    Tarantino é um incrível diretor, um dos que me levaram a querer virar diretor!

    A estética "sangue" do Tarantino é mais que uma assinatura dele, virou algo cult.

    Muito bom!
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  14. Bom, gosto muito dos filmes dos caras

    ResponderExcluir
  15. cara
    muito peso os dois
    muito talento que combina!

    ResponderExcluir
  16. Tá dois diretores que eu goste. Mas nunca vi À Prova de Morte = /

    ResponderExcluir
  17. Ele fez pelo menos dois dos melhores filmes q já assisti em toda minha vida! Dele sempre se espera algo grandioso!

    ResponderExcluir
  18. Adoro os seus textos!

    Parabéns!

    Seu fã!

    ResponderExcluir
  19. Acho que não lembro de conhece-los haha' mas adorei a postagem. Parabens pelo blog ^^

    ResponderExcluir
  20. Ainda não assisti Grindhouse!.... Assisti quase tudo do Tarantino então.... ele é um show de diretor... posto ótimo e informativo e cultural.

    Valeu!

    ResponderExcluir
  21. Eu não gosto de Death Proof. Mas tirando esse, os outros do Tarantino são fantásticos, Vide Cães de Aluguel e Bastardos Inglórios.

    ResponderExcluir
  22. Adoooooro os dois.
    Seu post está muito interessante. É clara a amizade que existe entre os dois.
    Estou seguindo o seu blog também.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  23. Oi, adorei seu post, tb adoro esses dois. Me amarro nos filmes deles principalmente seus clássicos. Arrasou! bjs Ah já to te seguindo, siga-me tb
    http://fofurisis.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  24. Death Proof é bom demaaaais!
    Bah, que dizer?
    É Tarantino, né?
    Hihi.

    Parabéns pelo blog, guria!
    Adelante!

    *;

    ResponderExcluir
  25. É um belo post e um belo blog tambem esta demais ^^

    http://mikarunohistory.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  26. Um belo post, mesmo não fazendo meu estilo.

    http://blabl0g.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  27. não sou muito ligado
    mas parece q os dois são super sucesso!!
    seu blog ta cada dia mais show

    http://legaljunior.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  28. Nossa, eu não conhecia :o
    Muito legal!!

    :D

    ResponderExcluir
  29. Não conhecia eles... Depois vou me informar melhor deles ! Blog muito bom =D

    Depois, quando puder, vai lá no meu blog. Se gostar, siga-nos ;D
    www.gabrieltododia.blogspot.com

    ResponderExcluir
  30. Ola Carla,

    vim dar uma olhada no seu blog e o que encontro, uma postagem sobre cinema e mais especificamente sobre um dos mais atuais diretores : Tarantino.
    É incrivel como esse rapaz tem ascendencia sobre a juventude, outro dia eu fui assisitir a primeira exibição de "prova de morte" no centro cultural de São Paulo e a fila estava enorme, muitos jovens, e no meio da fila um responsavel pelo centro cultural veio dispensar grande parte dos pretendentes a ver o filme, a lotação estava esgotada previamente !

    Acho que o primeiro filme que me cativou desse diretor foi caes de aluguel, com aquela violencia toda e um algo mais que na época nao consegui entender. DEPOIS de algum tempo e mais filmes na mochila, descobri que esse algo mais era um mar de referencias pop que o diretor embutia nos seus filmes!

    ou seja, toda uma serie de filmes que eu havia assisitido na minha infancia ou noites de domingo vinham embutidos nessa coisa renovada que se chamava Tarantino.
    desde os filmes chineses dos anos 70, com seus mestres de longas barbas brancas e golpes de karatê reaparecem em kill bill, como os filmes de vingança do velho oeste tambem servem de inspiração para a " noiva" empreender sua longa busca com sede de vingança. Filmes como " rastros de ódio", ou " meu odio será tua herança" inspiram a nossa lutadora loira... ah sem esquecer o inicio de bastardos inglorios que começa com um letreiro de filmes de western !

    nesse ultimo " prova de morte" já surge o filme B ( o tal grin que voce falou) que foi eternizado ( se é que um filme B pode ser eternizado0 Por Russ Meyer com suas lindas assassinas nas estradas americanas dos anos 70. Parece que Tarantino é apaixonado pelos anos 70, talvez pela mistura pop exagerada que aqueles anos trouxeram, mas acredito que a atual onda " politicamente correta" nos faz ter saudades de um tempo onde tudo era possivel, um heroi meio bandido, provavelmente machista e um pouco racista, quebrando todas as leis pra fazer vingança, quem nunca se colocou numa posição assim?
    mais uma vez parabens pelo seu blog
    Ibere
    http://ibererestivo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  31. Adoro Tarantino apesar de não gostar de filmes violentos. No caso de Tarantino é uma violencia tão absurdo que chega ser divertido. O melhor até agora para mim foi o Bastardos Inglorius. Na época que assisti desperado não me lembro de ver tarantino como ator. Vou rever.
    Preciso ver cães de aluguel e um drink no inferno Tb por que ainda não vi !

    ResponderExcluir
  32. Caralho, agente nunca deixa de aprender sobres as coisas...eu sou perdidão pelo Tarantino e se vc não me contasse janmais saberia do Rodrigues...q injusto. É tipo os parça perdido q agente não sabe...até sei q é ignorancia minha, mas acho q isso acontece. bjs hack, vc tbm é fodastica.

    http://www.porumaportaiconoclasta.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  33. Essa é uma verdadeira dupla dinãmica. Quero dar a minha ênfase ao "Planeta Terror" que é realmente um terror e muito nojeto...credooo! kkkkkkkkkkk
    Parabéns pelo post, querida...sempre mujito bom! =)
    Beijos e até a próxima.
    Te espero no meu tb, ficarei muito feliz. Passa lá: www.nicellealmeida.blogspot.com

    ResponderExcluir
  34. hahaahah
    são dois otimos atores e atuando juntos?
    hahaha adorei *-*

    ResponderExcluir
  35. Eu nunca assisti a continuação de "Planeta terror", ando tendo sérios problemas para assistir à filmes, ultimamente.

    Sou fã de "Um drink no inferno" desde os meus 9 anos de idade! As sequências não me agradaram, mas o primeiro é incrível.

    Essa dupla foi responsável por grandes filmes e até as sátiras são bem feitas. Realmente uma excelente dica para quem não conhece.

    ResponderExcluir
  36. Ah, então você gosta de filme thrash?
    Esses dois são especialistas em fazer filmes que tem tudo para serem ruins, mas são bons. Porque eles talvez sejam dos poucos diretores que sobraram que estudam histórias e atores e não formas de obter lucros exorbitantes.

    Cru e brutal, como é a filosofia thrash. Adoro esses caras. Se você gosta deles, talvez também goste dos filmes do Rob Zombie.

    ResponderExcluir

"Nunca houve no mundo duas opiniões iguais, nem dois fios de cabelo ou grãos. A qualidade mais universal é a diversidade." [ Michel de Montaigne ]

LEIA,
PENSE,
COMENTE!

Obrigada pelo seu Comentário!!