Sexo

A mão toca a pele

O olhar encara o outro
O nariz roça suave a bochecha
A boca aterrisa na língua
Os braços apertam o torso
As pernas dançam um samba
O envolvimento é trama
A trama é laço
O laço são eles
E eles o próprio sexo


Confira o texto também no RECANTO DAS LETRAS.



This entry was posted on 12 de ago de 2012 . You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 . You can leave a response .

6 Responses to “ Sexo ”

  1. comecei a ler seus poemas realmente se compara a grandes poetas espera que escreva mais para que eu possa ler aki to seguindo seu blog http://insonauta.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Insanonauta

    Muito Obrigada por suas palavras..
    Fico lisonjeada!

    Escreverei sim!


    ;D

    ResponderExcluir
  3. Sabia que hoje é dia do sexo?

    Que todos possam aproveitar esse dia...

    ResponderExcluir
  4. Humm... que lindo hein...
    Até arrepiou.
    Hoje não é o dia do sexo?
    bjossss

    ResponderExcluir
  5. gostei do poema uma boa descrição

    ResponderExcluir
  6. Adooreei parabéns!

    http://meeninasmulheres.blogspot.com/2011/09/algumas-mulheres-sao-como-macas.html

    ResponderExcluir

"Nunca houve no mundo duas opiniões iguais, nem dois fios de cabelo ou grãos. A qualidade mais universal é a diversidade." [ Michel de Montaigne ]

LEIA,
PENSE,
COMENTE!

Obrigada pelo seu Comentário!!