Catalisadores por Natureza

Seja por culpa da monotonia, da solidão, de um emprego sem perspectivas, da situação de moradia, de alguns quilos a mais... há dias em que nos pegamos desesperados por mudança. Num clique mental, o que parecia um quadro acertado, distanciava-se do que a alma aspirava. O que fazer?

Uma das revelações mais libertadoras - e devastadoras - fixa-se na realização de que o nosso presente é fruto das pequenas escolhas que fizemos - ou deixamos de fazer -  no passado. O dia em que negou aquele beijo; A festa em que exagerou; A briga que não deu para se retratar; Um esquecimento qualquer; Uma postura nova adotada; É neste jogo de minúcias que nossas vidas vão se formando. Sim, somos nós os catalisadores de nossas existências. 
So, my true nature is to be a catalyst?
A grande magia de ser um catalisador está na variedade de reações possíveis alterando-se as situações. Uma modificação de hábito, como por exemplo a de acordar mais cedo, pode criar a cadeia de ações e reflexos necessárias para que o objetivo do espírito torne-se concreto. Caso a atitude tomada resultou em um desfortúnio, deixe de temer! O catalisador não é consumido durante o processo.

Comigo foi assim, no conforto de uma decisão que há tempos sentia brotar e calava. Cansei de lamentar as dores que me infligi no uso desenfreado de meu livre arbítrio. Nestes poucos meses em que busco por uma vida mais saudável, percebo o reflexo de minhas escolhas no cotidiano. Mudando a energia das variáveis recaí em um presente inesperado. Assim como no filme Mais Estranho que a Ficção, estou vivendo em esperança gloriosa de quem age para salvar a si mesmo.



Assuma seu papel de catalisador e 
Transmute-se!


This entry was posted on 18 de jun de 2012 and is filed under , , , , , , . You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 . You can leave a response .

4 Responses to “ Catalisadores por Natureza ”

  1. A eterna busca pela salvação é o que nos faz caminha, mesmo na dor.

    ResponderExcluir
  2. Esse texto é a minha cara, Karla. Vivo esse momento, procurando sacudir a poeira.

    O Falcão Maltês

    ResponderExcluir
  3. Oi Karla,

    Tudo bem? A mudança sempre está logo na esquina e ficamos tentados a ficar preso no sótão de casa. Aceitar que da mesma forma que tudo vem, pode i, é sempre a dor da existência, mas que só nos fortalece!
    Belo texto!

    Lu

    ResponderExcluir
  4. Olá ! Adorei o texto, acho que estava precisando ler algo assim, amanhã mesmo vou acordar cedo e mudar tudo para melhor! Voltarei mais vezes ao seu blog, se quiser, visite o meu: http://lagartaechapeleiro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

"Nunca houve no mundo duas opiniões iguais, nem dois fios de cabelo ou grãos. A qualidade mais universal é a diversidade." [ Michel de Montaigne ]

LEIA,
PENSE,
COMENTE!

Obrigada pelo seu Comentário!!