Conselhos

Quando você se sente calejado,
Exausto por sempre seguir as regras impostas por sei lá quem,
E as culpas povoam sua mente,
Deixe as lamúrias de lado!
Saia da dieta e delicie-se.
Veja o lado bom dos acontecimentos,
Ignore os detalhes negativos do quadro.
Ainda que por um instante, respire percebendo o ar em si.
Idolatre a natureza diária.
E redescubra as árvores, antes esquecidas, no caminho ao trabalho.
Torne o cotidiano cinza, em arte.
Enfeite-se.
Ouse.
Chega de pensar demais,
Há tanta beleza nas delicadezas do dia-a-dia,
Para que continuar a ser um espectador de sua existência?
Aventure-se.
Olhe para o céu, sem pedidos ou preces,
Você perceberá o quanto há por ser grato.
Sua vida pode ser mais, pode ser colorida,
É só tentar uma nova postura.
Sorria!
Faça o Mundo apaixonar-se por seus encantos.
Eles são únicos e devem ser compartilhados.
Portanto, compartilhe-se!
Lute por seus Sonhos.
Ainda que enfrente percalços,
Ainda que contrários ao que a sociedade entende por “Padrão de Viver”.
Padrões são monótonos.
Pense por si,
Pense fora da caixa,
E siga!
Tire Férias no Meio do Ano.
Para que apressar o tempo, ele já corre o suficiente.
Não se engane pelas aparências,
Pois, afinal, o conteúdo é o que vale a pena cultivar,
Mesmo que isto signifique ser você mesmo!





This entry was posted on 16 de abr de 2012 and is filed under , , , , . You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 . You can leave a response .

8 Responses to “ Conselhos ”

  1. Lindo demais... Adorei! É raro ver alguém notar as pequenas belezas da rotina, do dia-a-dia... É raro ver alguém utilizar o material reciclável que o cotidiano produz para transformar em arte e esperança.

    ResponderExcluir
  2. Olá.

    Muito bom!!! Um texto impregnado de vida... um chute no balde, um apertei o foda-se e um dedo em riste ao politicamente correto que não tem nada de correto. Gostei muitão do teu texto... é uma bela sacudida na mesmice e no marasmo.

    Parabéns e uma boa noite.

    ;D

    ResponderExcluir
  3. Ola,
    Muito bom!
    Acho que uma palavra define bem o texto de hoje: ousar.

    Quando devemos nos livrar de certas atitudes muitas vezes impregnadas de rotina para ousar e buscar o novo...

    Abraços, Flávio.
    --> Blog Telinha Crítica <--

    ResponderExcluir
  4. Excelentes conselhos. Livrar-se da auto-culpa. Livrar-se do peso de consciência por ter atingido os objetivos em ambientes que elevam a auto-estima "Faça o Mundo apaixonar-se por seus encantos, pois eles são únicos e devem ser compartilhados".
    Abraços!

    ResponderExcluir
  5. Maravilhoso Karla, uma boa reflexão!
    Parabéns, vc escreve maravilhosamente bem!
    bj

    ResponderExcluir
  6. Boa tarde, Karla.
    Muitas vezes é preciso que olhemos as coisas ao nosso redor com outros olhos que não sejam o da mente.
    Só assim conseguimos enxergar de verdade o que o mundo tem a nos oferecer.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  7. Oi Karla
    Eu fiquei embriagada com seus versos. Não conhecia ainda o seu blog, apesar de fazermos parte da mesma "família". É isso aí, a Terra não para de se mover, já dizia Galileu, e assim é a nossa vida, a gente tem que acompanhar o movimento em vez de ficar se lamentando, falo isso por experiência própria, acredite.
    Bjos.

    http://ashistoriasdeumabipolar.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi Karla,
    lendo teu post lembrei-me sobre o filme Sabrina, no momento em que ao escrever uma carta a seu pai, ela diz que em Paris aprendue a estar no mundo, a atuar nele e não simplesmente sentar para assisti-lo.
    E também acho cordial nos arriscarmos em fazer com que outros possam se apaixonar por aquilo que nos encanta.

    Beijos, boa quarta! ;D

    ResponderExcluir

"Nunca houve no mundo duas opiniões iguais, nem dois fios de cabelo ou grãos. A qualidade mais universal é a diversidade." [ Michel de Montaigne ]

LEIA,
PENSE,
COMENTE!

Obrigada pelo seu Comentário!!