Catástrofes Internas

O universo possui uma estranha forma de agir; Parece abster-se de justiça e engolir o bom senso no vão prazer de suas ironias. Quando se traça juras de manter o castelo de cartas pessoal, a ventania avassaladora grita: Não! A construção esvai-se em segundos. O que levou sangue, suor e lágrimas para ser edificado, foi-se. Desespero é a ordem do dia. A fraqueza completa o cenário. Devastação.


O grande trunfo desta mística assombrosa do cosmos é a formação da crise. Somente através desta é possível a transformação em algo novo, único e bem alicerçado. Cataclismas são fontes de aprendizado, basta rever o foco. Afinal, como chegar ao equilíbrio sem testá-lo?

A injuriosa existência balança, trucida, machuca, mas, é dela que surgem as bases mais primorosas.


This entry was posted on 16 de mar de 2012 and is filed under , , , , . You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 . You can leave a response .

6 Responses to “ Catástrofes Internas ”

  1. Com a crise vem os verdadeiros problemas e talvez as verdadeiras soluções.

    Beijos
    http://mon-autre.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Não acredito, talvez como pessimista, que virão soluções.

    ResponderExcluir
  3. Bom dia, Karla.
    Há uma frase que eu sempre sigo que diz que não há crescimento sem sofrimento.
    S´nos tornamos melhores quando, de tempos em tempos, refletimos sobre nossa vida e nossas crenças, e daí vem a mudança para melhor.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  4. Oi, adoro a forma como você escreve. Todos os dias quando acordo desejo um futuro melhor, sem o nosso sofrimento e o da natureza. Bjos. :)

    ResponderExcluir
  5. Como Renato, também sou pessimista, não acredito que certas crises (principalmente ambientais) resultem em dias melhores.

    O Falcão Maltês

    ResponderExcluir
  6. Olá Karla.

    Tuas palavras no post levá-nos realmente a pensar quanto ao porquê é tão sutil o desmoronamento de um castelo de cartas. Às vezes parece que ao olhar de algumas pessoas nem mesmo o castelo possui, por si, próprio, algum significado. Mas ainda assim acho válido que insistamos em nossos próprios desígnios.

    Uma ótima semana prá ti. Abraços!

    ResponderExcluir

"Nunca houve no mundo duas opiniões iguais, nem dois fios de cabelo ou grãos. A qualidade mais universal é a diversidade." [ Michel de Montaigne ]

LEIA,
PENSE,
COMENTE!

Obrigada pelo seu Comentário!!