Redescobrindo Queen

Depois da homenagem maravilhosa do Google ao mega-master-divo Freddie Mercury, não tinha como passar em brancas penas o 65.º Aniversário dele. Então, considerando a temática dos meus posts na sessão Redescobrindo, visando falar de artistas que adoro ouvir a qualquer tempo, independente de fazerem parte das paradas de sucesso atuais, resolvi falar sobre uma das melhores bandas do estilo
 Queen.

Apesar de  Brian MayTim Staffell e Roger Taylor estarem juntos desde 1967, foi só com a entrada de Freddie Mercury, em 1970, que o Queen, propriamente dito, surgiu. Estes britânicos se enveredaram na gama do rock arte e lançaram sucessos atemporais. Contando com uma contribuição homogênea na composição musical, bem como com o carisma inegável - fora a potência e dedicação vocal - de Mercury, a banda conseguiu atravessar as décadas de 70 e 80 - e por que não dizer até hoje, né? -  mantendo-se num status adorado por fãs. No início do Anos 90 boatos com relação a saúde de Freddie Mercury tornaram-se frequentes, sendo que em 1991 - mais precisamente em 23 de Novembro - veio o anúncio oficial de que ele estaria com AIDS. Apenas 12 horas após a informação vir a público, Mercury faleceu vítima de broncopneumonia, aos 45 anos de idade. Seu legado, entretanto, mantém-se vivo.
.
O que faz deles uma ótima redescoberta?
A qualidade musical indiscutível da banda permanece intacta. As suas composições são instigantes e curiosas, além do vocal extraordinário deixado por Freddie só fazem firmar o Queen como um marco na história da música mundial. Se, como escrito na imagem acima, Mercury sonhava ser lembrado como um músico de valor e de substância... Bom, ele e a banda conseguiram! 

Para iniciar incluo a homenagem que inspirou esta postagem
Don't Stop Me Now:


Minha preferida
The Show Must Go On:


A inesquecível
Bohemian Rhapsody:

.
Ahh... Duvido quem não tenha acompanhado esta música nas palmas...
We Will Rock You:


Num lado completamente frágil e doce temos a
Love Of My Life:


Não poderia faltar aqui o clipe mais divertido da banda
I Want To Break Free:


A parceria com Bowie rendeu um clássico-mor
Under Pressure:


E só porque eu adoro a batida desta música, termino com
Crazy Little Thing Called Love:
Mais Informações em seu site oficial: http://queenonline.com/


Boa Redescoberta!


This entry was posted on 5 de set de 2011 and is filed under , , , , , , , , . You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 . You can leave a response .

12 Responses to “ Redescobrindo Queen ”

  1. É eu vi a homenagem da Google, achei bem legal.
    Parabéns pleo post ficou mara, redescobrindo artistas..
    beijo
    http://marifriend.blogspot.com/2011/09/coragem.html#comments

    ResponderExcluir
  2. Bem legal , seu blog como sempre impecável e interessante.

    Parabéns!

    se puder visita lá
    http://pensamentoscontextualizados.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Uma das melhores bandas internacionais que já vi e ouvi...

    ResponderExcluir
  4. Gostei muito mais da sua postagem do que gosto dessa banda! Parabens!

    ResponderExcluir
  5. Não é uma banda que eu ouça, mas minhas irmãs, até mesmo minha mãe ouviram bastante essa banda.

    Eu amei ler seu post, mas a banda realmente não é do tipo que eu costumo ouvir :)

    Beeijão

    ResponderExcluir
  6. Já tinha ouvido falar nunca tinha prestado atenção mesmo na banda e depois que vi no google procurei e vii umas musicas achei muitoo legal e tenho pena de mim por não ter conhecido a mais tempo ^^
    mais de boa nunca é tarde, parabéns pelo blog e pelo post...
    se quiser fazer uma visita ao meu bg ficarei honrado.
    http://www.diversao-web.com/

    ResponderExcluir
  7. Eu gosto muito da banda. É bom saber que há que goste de se lembrar do legado.

    http://123acao.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  8. Tenho ele com um dos melhores vocais não só do rock, mas da história da música... :)

    ResponderExcluir
  9. E a homenagem do Google é belíssima mesmo... :)

    ResponderExcluir
  10. ótimo post sobre o Queen, super completinho!
    Gostei muitoo!
    Abraços

    ResponderExcluir

"Nunca houve no mundo duas opiniões iguais, nem dois fios de cabelo ou grãos. A qualidade mais universal é a diversidade." [ Michel de Montaigne ]

LEIA,
PENSE,
COMENTE!

Obrigada pelo seu Comentário!!