Discos Essenciais: Anos 90

Para quem foi adolescente/pré-adolescente nos Anos 90 talvez o que eu diga faz mais sentido: Toda a energia da década passada deu lugar ao colapso, as tribos, ao pessimismo, ao culto a violência (estilo Pulp Fiction) e a liberação sexual. Na referida década ocorreu a queda do muro de Berlim, a popularização do computador pessoal e da internet, o crescimento de uma consciência ambientalista...

Foram os últimos 10 anos do século XX e do segundo milênio. Talvez por isto este turbilhão resultou nas mais variadas ramificações de arte, especialmente na música - a exemplo do nascimento do grunge. 

Seguindo com as trilogias de Discos Essencias, inspirado e baseado no livro 1001 Discos para Ouvir Antes de Morrer, informo que acabei deixando uma leva maravilhosa de artistas excelentes fora propositalmente - eis que considerei complicado separar em 3 discos todo o pop, o rap, o eletrônico e outras vertentes da época - e procurei colocar alguns dos artistas que fizeram parte da minha adolescência. Desta forma, a escolha é bem pessoal; Caso queria conferir os restantes da década basta clicar AQUI.

Começando, listo a seguir os 3 Discos - dos citados pelo autor do livro - que mais gosto de ouvir da Década de 90:


Nevermind - Nirvana (1991)
Independente da opinião pessoal sobre o legado deixado por Nirvana que se possa ter, há que se admitir que com toda a sua política depressiva, não almejando o sucesso e buscando expor "monstros pessoais", o grupo acabou conquistando os adolescentes da época e criando o estilo Grunge. O disco era/é referência do período, tanto que este foi selecionado pela revista Rolling Stone como o 17.º entre os 500 Melhores Álbuns de Todos os Tempos. A música Smell Like Teen Spirits tornou-se hino de uma geração - e foi a primeira canção que fiz questão de aprender em inglês; Confesso, tive meus momentos grunge.   

Ouça a Playlist:


Dummy - Portishead (1994)
Sabe aquela sensação de estar ouvindo algo extraordinário e novo? Desta forma foi que recebi e apaixonei-me pela baixa frequência das batidas eletrônicas e a voz sussurrada sexy de Beth Gibbons. Consolidando o estilo trip house/Bristol, Portishead trouxe no álbum canções como Glory Box, Numb, Wandering Stars e a minha preferida Sour Times. Perdi as contas das vezes que fiz questão de trancar-me no meu mundo interno só para saborear este disco. Não é a toa que o disco foi elencado entre os 500 Melhores Álbuns de Todos os Tempos, escolhidos pela Rolling Stone

Ouça a Playlist:


Murder Ballads - Nick Cave & The Bad Seeds (1996)
Que eu amo a voz cavernosa de Nick Cave - perdoem o trocadilho - para quem acompanha o blog já deve ser fato notório. Entretanto, nunca comentei quando foi a primeira vez que vim a conhecer esta persona. Por "culpa" de minha irmã, chegou aos meus ouvidos este álbum do Nick e sua banda. Contando com algumas participações especiais - Kylie Minogue, PJ Harvey e Shane MacGowan -,  o disco traz uma compilação de músicas inspiradas em - adivinha no que - crimes passionais. O que soou estranho a princípio para mim, fez sentido a cada canção que ouvia. Além da playlist abaixo, o álbum possui mais duas outras músicas: Song of Joy e Crow Jane, basta clicar nos títulos para ouvi-las. 

Ouça a Playlist:




This entry was posted on 13 de jul de 2011 and is filed under , , , , . You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 . You can leave a response .

18 Responses to “ Discos Essenciais: Anos 90 ”

  1. Quem nunca ouviu o Nevermind do Nirvana!! pode ter nascido em qualquer época após o lançamento, ele é um -se não o- dos melhores discos de todos os tempos!! pena que o Kurt teve um fim trágico, arrastando com ele o Nirvana!! Mas, ainda nos resta o Foo Fighters!!

    Grande Abraço.

    ResponderExcluir
  2. Fui criança nessa época... Mas conheci o Nirvana e ouço bastante. Minha mãe me disse que, quando viu na TV a notícia da morte do Kurt Cobain, ficou triste porque pensou que o filho dela não conheceria o Nirvana. Mas o que é bom é eterno, não é? Os temores dela foram infundados, sou fã =]

    ResponderExcluir
  3. claro que nao podia faltar nirvana! :D
    Muito bom!

    ResponderExcluir
  4. Olá Karla, na decada de 90 eu tinha meus 18 anos, foi uma época maravilhosa, com excelentes músicas, naquela época se fazia música de verdade, Legião Urbana, Titãs, Nirvana etc... Parabéns, adorei seu blog. Bjs e sucesso!!!

    ResponderExcluir
  5. Eu ainda era baby nessa época... dava meus primeiros passos, mas conheço as bandas em questão e sei da importância e qualidade musical das mesmas! Muito bom!

    Um abraço Karla!

    ResponderExcluir
  6. Nirvana é clássico!
    Me lembro quando comprei este cd; fiz questão de falar pra todo mundo HAHAHA
    Bons tempos ...

    ResponderExcluir
  7. eu gosto do metal e para o metal a década de 90 foi a década perdida.
    o grunge, aqui representado pelo Nirvana, com o brilhante Nevermind, acabou bagunçando o cenário do rock pesado, e tirou o foto de muitas bandas.
    Nevermind é um clássico, tenho ele em vinil.

    ResponderExcluir
  8. Eu não conhecia quase nada ai pois só vivi 5 anos dos anos 90 rs mais o blog ta de parabens adoro o tema cores e tudo bjs ...
    www.mundoablog.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Seguindo. Segue - la?
    http://omotedio.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. anos 90 foi o melhor
    um abraço do http://risogarantido.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. vi o do nirvana e lembrei que a miley cyrus fez um cover de smells like a teen spirit

    ResponderExcluir
  12. Cresci ouvindo a sonzeira que meu irmão mais velho ouvia (e ouve): rock pauleira. Na lista dele, com certeza, não há lugar para Nirvana (que ele considera som de maricas...hehe!). Mas é claro que ele é muito radical. Eu, particularmente, também não curto Nirvana. Prefiro os clássicos de Chuck Berry e "o pequeno" richard.

    Enfim, gosto é gosto. Cada um tem o seu e nenhum é melhor que o outro.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  13. As músicas do Nirvana foram verdadeiros HINOS aos adolescentes, foram álbuns que marcaram uma época onde as músicas eram feitas com algum significado. Existem alguns que você citou que eu não conheço, mas com certeza Nevermind ficou marcadíssimo.
    Adorei !

    ResponderExcluir
  14. Amandita:

    É como disse Ogrolândia, os anos 90 foram perdidos para o metal/rock pesado!

    Caso tenha interesse, dê uma conferida mas listas dos Anos 70 e dos Anos 80 que já postei... Se não pelos meus selecionados, mas, pelos do livro... Acho que deve fechar mais com seu gosto!

    ;D

    ResponderExcluir
  15. Nevermind...Ouvindo agora. rsrsrs

    Nirvana sempre ♥

    ResponderExcluir
  16. Ótimas dicas, principalmente para um dia como hoje! ;)
    Adoro seu blog!

    ResponderExcluir
  17. esse nevermind é lendário mesmo,dizem que é um dos ultimos albums que valem a pena ouvir tudo mesmo

    ResponderExcluir

"Nunca houve no mundo duas opiniões iguais, nem dois fios de cabelo ou grãos. A qualidade mais universal é a diversidade." [ Michel de Montaigne ]

LEIA,
PENSE,
COMENTE!

Obrigada pelo seu Comentário!!