Assunto Sério: A Razão do Preconceito

Logo de cara vou avisando que sei o quanto este título soa estranho, já que o preconceito em si destoa da lógica. Todavia, prometo uma explicação cinematográfica para tal. Estava eu assistindo ao filme Direito de Amar (2009) quando esbarrei com uma cena emblemática do universo acadêmico americano: Um professor diante de sua classe e uma discussão aberta de um livro. In casu, sobre uma obra do escritor inglês Aldous Huxley. É durante esta conversa acadêmica que um dos alunos questiona sobre a possibilidade - digna-se de passagem absurda - de Huxley ser anti-semita. A resposta do professor foi uma verdadeira contextualização sobre a origem - ainda que infundada - do preconceito.

Veja a seguir (as imagens foram todas retiradas do ótimo blog Quixotando):




Segundo o dicionário Priberam, preconceito pode ser definido como "Ideia ou conceito formado antecipadamente e sem fundamento sério ou imparcial". Ou seja, uma opinião fomentada em um medo irreal de uma ameaça imaginária, bem explicado no trecho da película acima citada. Assim, fica claro que NADA justifica a existência do ódio por uma minoria, contudo, este sentimento possui uma razão, um motivo, por mais esdrúxulo que seja.

Como mudar isto?
Em teoria é simples, já que bastaria o esclarecimento de que o temor sentido pela diferença não se justifica. Na prática vemos que, apesar da educação e do esclarecimento, há quem ainda não consiga lidar com este medo irracional. O que nos resta a fazer é buscar formas de criar uma convivência justa e digna a todos. Afinal, se não é possível eliminar o preconceito - que todos já experimentados em níveis diferentes, não sejamos hipócritas de assumir o contrário -,  que se estabeleça uma interação legal e segura. O medo só domina quando permitido. Não podemos viver imaginando ameaças!

Nota: Aldous Huxley, para quem não conhece, é o autor de dezenas de obras sendo as mais expoentes e conhecidas de Público: As Portas da Percepção, A Ilha, Admirável Mundo Novo e Contraponto. Para maiores informações sobre o autor, basta clicar AQUI.


This entry was posted on 17 de mai de 2011 and is filed under , , , , . You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 . You can leave a response .

20 Responses to “ Assunto Sério: A Razão do Preconceito ”

  1. Gostei muito do post e a explicação sobre a "razão" do preconceito é bem interessante, concordo.

    ResponderExcluir
  2. ótimo post bem interativo e ótimo e ainda bom razão falando sobre o pre-conceito que nasce por uma visão superficial das coisas e não a fundo...

    ResponderExcluir
  3. Bom tem um pouco de verdade com esse negocio de judeu eu leio sobre Hitler quando tenho tempo e percebi que ele tinha tipo alguns medos como por exemplo medo de que os judeus como roubasse coisa da Alemanha que já foi roubada pelos estrangeiros que roubavam coisa da Alemanha austríaca..

    ResponderExcluir
  4. Como sempre, post fantástico!
    Uma grande parcela da população diz que todos tem preconceitos. Concordo e discordo em partes, mas o comentário ficaria grande demais se eu dissesse minha ideia.
    O preconceito passa a ser absurdo quando torna-se discriminação.
    Por: http://quaddronegro.blogspot.com/2011/05/quem-monopoliza-ou-quem-deveria.html

    ResponderExcluir
  5. è difícil de ser definido, mas muito bem sentido na prática, é uma pena.

    ResponderExcluir
  6. " A razão, é o medo "

    Poxa... sem palavras!
    Muito bom!
    Comecei enxergar de outra forma agora :D

    ResponderExcluir
  7. Muito interessante este artigo. A razão apresentada poderá não conseguir ser provada com elementos tradicionais, mas sem dúvida que é lógica e faz todo o sentido numa análise filosófica. Concordo que o medo é uma das causas do preconceito.
    Abs.

    ResponderExcluir
  8. O filme é brilhante. E o seu post está ótimo. A explicação da 'razão' do preconceito é, a meu ver, corretíssima. Afinal, não há outro motivo para tal.


    Abraços,
    enchantedlifeway.

    ResponderExcluir
  9. Achei o post muuito bom!
    Essa explicação é a mais correta para o preconceito...

    http://rebucomcafe.blogspot.com

    beijinhos

    ResponderExcluir
  10. Oi Karla, primeiramente queria dizer que não tenho passado muito por aqui pois o tempo está curto, mas agora tá melhorando e virei com freuqencia novamente. Em relação ao post, só tenho a parabenizá-la, uma vez que expôs de uma maneira tão efetiva um ssunto pra lá de discutível. O preconceito como bem citou, já esteve ou estará presente em todos, cada um em um nível, mas a grande questão é saber respeitar os limites e as diferenças alheias.

    ResponderExcluir
  11. Muitas pessoas são regidas pelos seus medos. Talvez um dia tudo mude e alguém acabe com tudo isso, marcas sempre irão existir.

    ResponderExcluir
  12. Muito bom seu texto, o medo q é a maior causa disso... :/

    http://iliketeenworld.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  13. karla, desculpa a demora =)
    nunca tinha lido uma explicacao para o preconceito a qual o medo é a causa, na verdade nunca tinha pensado em algo tao obvio, o que mais uma vez reforça a covardia do ser humano.
    Voce sabe sou seu seguidor fiel, adoro este lugar.
    beijos

    ResponderExcluir
  14. Vou ser bem sincera. Existem as explicações, que são maravilhosas nos filmes, e apesar de nesse caso a explanação ter sido perfeita, no fim das contas não muda nada. O ódio dos nazistas aos judeus, era pq os judeus eram o povo que estava se dando muito bem financeiramente no tempo da grande depressão econômica. Isso sem mencionar que na I Guerra Mundial, muitos generais, atribuíraam a perda da Alemanha na guerra, aos próprios judeus que estavam tb no exército. Ou seja, nem é tão simples assim. O medo realmente existe e temos medo do que desconhecemos. O negro sofreu preconceito racial. As mulheres tb sofrem preconceitos até hj, pelo simples fato de serem mulheres. E hoje o que vemos é o pânico de uma sociedade hipócrita e medrosa (e diga-se de passagem, insegura sobre a própria sexualidade) com as manifestações de ódio a gays, lésbicas e bissexuais. A homofobia, que todos os dias faz vitimas no Brasil (pra quem não sabe o Brasil é o 1º em numero de assassinatos de homossexuais).
    Afinal, os homofóbicos, que tem esse preconceito enraizado, tem medo de que? O que incomoda um hetero ver um par de iguais trocando afeto? Pq os heteros pensam que homossexualidade é opção? Dizendo isso eles estão sem querer afirmando que podem "mudar de lado" a qualquer hora....E isso é engraçado. Por isso eu sempre digo brincando...Freud explica! rs

    ResponderExcluir
  15. Uma discussão interessante está que você propôs.

    Não adianta mesmo dizer que não somos preconceituosos, ou o poir "ditado" de todos: " O Brasil é o país da igualdade" Imagem que queremos vender e acabamos comprando sabendo que não é verdade.


    Sempre com matérias interessente este blog, hein Karla. Gostei de novo.

    Passa lá no meu que tem post novo
    http://www.umcontoemeio.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  16. Karla,
    Você desenvolveu um tema importante,de forma muito bem elaborada e ilustrada,dando material para refexão e conclusão.
    Concordo,é um medo,um medo irracional!
    Parabéns pelo blog,está muito bonito
    grande beijo :)

    ResponderExcluir
  17. o alemães tinham medo do poder economico que a diáspora judia estava exercendo em toda europa, nao aceitavam que um "povinho", vindo de não sei na onde, podesse estar, aos poucos tomando conta de tudo que eles sonhavam... ótima explicação do professor do filme. preconceito = a medo.

    ResponderExcluir
  18. ja pensei em razões para os motivos para o preconceito , mais o medo , nunca pensei nisso , muito bom post

    ResponderExcluir
  19. preconceito de antes era pior que o de hoje
    ainda que,o preconceito de hoje é terrivel

    http://souzatuning.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  20. Post bem interessante.
    E esse negocio de medo é real, e muito mais antigo e primitivo do que seu post demontrou.

    Gostaria de fazer uma complementação. Existe sim uma razão para esse medo que é o preconceito.
    O preconceito é um mecanismo de defesa existente na maioria dos animais.
    Mesmo em bandos de macacos, eles são amistosos apenas com os macacos que apresentam caracteristicas do mesmo bando deles (que geralmente são caracteristicas fisicas) quando aparece algum com alguma diferença, logo assumem que é de outro bando e entram na defensiva, expulsando esse individuo diferente para proteger o território de ser dominado por outro bando.
    O preconceito nada mais é do que o instinto primitivo de proteção do seu grupo, do seu tipo genetico, etc.

    Essa tendencia a proteger aqueles que você identifica como 'seu bando' continua na sociedade até hoje, qualquer um que no seu sub consciente não está no mesmo grupo que você, apresenta uma ameaça da qual nem as pessoas entendem, já que é instintivo.

    ResponderExcluir

"Nunca houve no mundo duas opiniões iguais, nem dois fios de cabelo ou grãos. A qualidade mais universal é a diversidade." [ Michel de Montaigne ]

LEIA,
PENSE,
COMENTE!

Obrigada pelo seu Comentário!!