Trilha Sonora de Alerta: Van Nuys

Existe uma busca pela satisfação imediata e dionísiaca, geralmente relacionada a uma boa vida financeira e a fama. Este anseio por "ser alguém" muitas vezes vem acompanhado de um conjunto de propostas ilusórias. O glamour que a primeira vista existe, não passa de uma rasa cobertura para a verdade. Assim é o caso da indústria pornográfica; Que, apesar de ser uma atividade legal, em diversas situações abusa da fragilidade e burla o pouco das regras existentes - como a falsificação de exames - brincando com a vida dos integrantes. Este é o caso da garota da foto ao lado, Lara Roxx. Em 2004 - com apenas 18 anos e há dois meses dentro deste mercado - ela contraiu HIV enquanto gravava um filme de entretenimento adulto.

Fácil de perceber nas mais variadas situações o desrespeito com o ser humano. Agora, imagine isto dentro de um ambiente que se serve de uma certa "força desumanizadora". O caso da Lara até é "simples e rotineiro" dentro da referida indústria, assim como o uso de drogas, a prostituição forçada e o suicídio - confira outras histórias AQUI. No mercado pornográfico o glamour está longe de ser a regra. Foi pensando nisto que surgiu a fundação Pink Cross. Shelley Lubben, que era uma atriz pornô, ajuda a outros atores a saírem do mercado e se reestabelecerem. Para divulgar a fundação, Shelley montou o vídeo que segue esta postagem, aonde relembra o falecimento trágico de vários atores pornográficos, tudo ao som da excelente música do Sixx:A.M., Van Nuys.

A canção foi escrita para fazer parte da trilha sonora do livro "The Heroin Diaries: A Year in the Life of a Shattered Rock Star", do Nikki Sixx. Van Nuys é uma localidade Norte-Americana muito associada a pornografia.

Com vocês a minha Trilha Sonora se Alerta:











This entry was posted on 24 de abr de 2011 and is filed under , , . You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 . You can leave a response .

30 Responses to “ Trilha Sonora de Alerta: Van Nuys ”

  1. Gostei da música, não conhecia ainda!

    Quanto ao tema, acho que a indústria pornográfica é tão nociva quanto as outras relacionadas ao entretenimento, independente se é a música, cinema ou esportes, tudo depende da mentalidade da pessoa. Nem todo mundo conseguem manter a cabeça no lugar depois de fazer sucesso. Vide os casos de Charlie Sheen ou Amy Whinehouse.

    Parabéns pelo post!

    ResponderExcluir
  2. É interessante perceber que não é apenas DTS's que causaram a morte dos citados no vídeos muito ou mesmo a maioria decorreu por suícidio. Creio q isso venha da falta de estruta psicológica, pela situação que inicialmente era satisfatória e com o tempo tornou-se creu da realidade desse universo porno. Como o texto mesmo aponta, a "ilusão" da fama inatingível.

    Visite-nos...
    http://ehdireito.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Uma realidade!
    Acho que o mais triste nisso tudo é saber que muitos desses atores ingressam nesse mercado em busca de fama e notoriedade, objetivo muitas vezes não alcançado, ou alcançado de maneira pejorativa e trazendo paras suas vidas danos irreversíveis.
    Campanhas são válidas e necessárias para que, de alguma forma, essa ilusão caia por terra...

    ResponderExcluir
  4. Will

    Eu concordo que a maior parte das mídias da indústria do entretenimento.

    Contudo, discordo na idéia de que o mercado pornográfico é igualmente nocivo... Ele é mais. Pelo simples fato de que pessoa alguma possui a estrutura psicológica para o trabalho... A maior parte dos filmes são feitos com a mulher embriagada - para aguentar a dor, já que são horas em posições desconfortáveis, por assim dizer - e os homens a base do abuso de viagra.

    Então, não é como nos outros ramos aonde haveria uma escolha.

    Se tiver curiosidade dá uma lida nos depoimentos dos ex-atores no link que informo na postagem.

    ;D

    ResponderExcluir
  5. Gostei do vídeo e da música. Realmente a indústria pornográfica é nociva.

    http://boomnaweb.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. nossa muito legal :D



    visite
    http://wagnermp3.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. não conheçia mas tudo bem, antes tarde do que nunca né?!
    rsrs

    espero sua visita

    http://lugardareflexao.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Muito muito boa a sua postagem...

    A música do video, aliás, muito boa também. é uma pena como essa indústria que todo mundo vê de uma forma, seja de outra e ceife a vida das pessoas...


    Um beijo.

    Misunderstood

    ResponderExcluir
  9. Adorei a música. Eu queria muito baixar ela, mas não estou encontrando.
    Voltando ao que importa, o seu texto está ótimo, e gostei de voce, estou te seguindo!

    Parabens!

    ResponderExcluir
  10. Ei não conhecia a sua indicação, mas gostei bastante.

    beijos.

    ResponderExcluir
  11. A música é boa ,mas eu não gosto muito não prefiro os antigos de grandes sucessos como Michael Jackson e Madonna..... então não veja outras músicas e não gosto de todas as músicas do mundo só antigas e de grande sucesso....
    =-=-=-=-=-=-=Matheuslaville=-=-=-=-=-=-=
    www.centralmbc.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Realmente muuuito bom!
    Gostei muito da post.
    Seu blog tá muuuuuuitissimo bom!!!

    Abraços.

    ResponderExcluir
  13. Adoro passar no seu blog, sempre com excelentes textos. E este, em especial, me agradou muito. Atualmente, no meu blog - http://pedrosombra.blogspot.com/ -, comecei uma série de textos baseados principalmente nos filmes Matrix e Fight Club, acabo roubando um pouco da idéia dos filmes contra o consumismo e a nossa "realidade". E o tema que você citou agora, no qual a pessoa se humilha e vai se matando aos poucos apenas para manter certo luxo, lembra muito a minha idéia. Parabéns, como sempre, ótimo texto.

    ResponderExcluir
  14. nossa, choqei :O mt legal o blog. excelente texto.
    bj :*

    ResponderExcluir
  15. Belíssimo post!Belas imagens!
    http://juventudeinformada.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  16. oow me passa seu e-mai lquero falar um negóço contigo sobre Blog anuncio etc..
    me add aeew hugo_kakizinhoo@hotmail.com

    ResponderExcluir
  17. Ótimo texto !!!
    http://mundovoluntario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  18. Muito entristece quando vejo notícias deste conteúdo e que estão longe de serem estancadas... Há quem muito ganha em cima da desgraça alheia e para essas pessoas estes seres não passam de meros objetos que lhes dão uma fortuna imensurável...
    Mas sempre disse que a justiça DIVINA é soberana e a quem muito foi dado muito será cobrado, pois essa e uma máxima verdadeira.
    Uma postagem muito pertinente esta sua.
    Gostei de passar por aqui e saber.
    Abraços

    ResponderExcluir
  19. Olá Karla;

    Creio que a estrutura psicológica pro tipo de trabalho pra sua justa compreensão seja avaliada caso a caso. As pessoas aceitam se submeter no final das contas. A inocência passa longe dali; não imaginar que um exame possa ser falsificado acho um tanto demais.

    Não que vá justificar coisa alguma, preciso dizer. Repito, justificar não justifica; se trata de vida.

    Mas exceto os casos em que há uma verdadeira obrigação, há uma consciência de quem se submete. Antes de se embriagar a pessoa esta sóbria pra fazer a escolha.

    Em última análise, amo a pornografia, lamento que ela esteja dessa forma.

    ResponderExcluir
  20. Urbano:

    Achei bem pertinente o seu comentário!

    Ainda que não concorde com a sua totalidade, vejo que não há como "tirar a culpa" de quem entra para o ramo.

    Ressalto que não fiz o texto pensando em "acabar" com a pornografia - até porque seria hipocrisia minha. Creio que deveria haver , não uma limitação, mas, uma regulamentação no âmbito de garantir AO MENOS a saúde dos atores. É como na prostituição, falta a sociedade deixar de lado certos conceitos ultrapassados e permitir que se garante o mínimo de condições de trabalho para estes profissionais.

    ;D

    ResponderExcluir
  21. Eu penso que o que realmente ocorre e que as pessoas teimam em não se lembrar, é que viramos escravos de um sistema que nos trata como objetos. Fato é que uma grande maioria de pessoas, incluido os atores pornos são exploradas, usadas, humilhadas e subjulgadas. E eu nem ficaria surpreso que em uma sociedade que vive nesse ritmo e velocidade, de medo e paranoia e pressão, alimenta cada vez mais esse circulo vicioso de compulsão sexual. Pois não vamos esquecer de quem coloca a lenha nisso tudo são os "consumidores". Consumidores querem vídeos que atores não usem camisinha, consumidores precisam extravasar aquilo que sua realidade restringe e literalmente o castra. Hoje na faculdade, a professora de ética falou do trabalho escravo aqui em São Paulo. Até aí, nenhuma novidade, mas ela disse algo que me deixou chocado: há pilhas e pilhas de processos envolvendo venda de escravos para outros países. Isso mesmo, venda. Geralmete imigrantes bolivianos e paraguaios que vivem em condiçoes precarias de trabalho. E lá fora não é diferente, mais e mais documentarios de paises como os Estados Unidos fazendo as mesmas práticas. Não dá para tratar a pornografia como caso isolado, há algo maior por detrás da cortina dos sonhos consumistas e das logomarcas das maçãs em tablets. Não que eu acho que tudo deva ser destruido ou alguma revolução anarquistas, pelo contrário, isso somente tende a nos levar a outros tipo de idealismo. Mas é preciso haver uma mudança neste modelo de pensamento que temos hoje em dia, um modelo que visa mais o bem comum do que o bem individual. Dizer foda-se, a competividade que nos faz não confiar no outro,o tal do "não é problema meu", leva a isto, solidão, desespero, fragilidades. E isso é justamente que oportunistas, explorados procuram: pessoas sem estima nenhuma, pronta a fazer aquilo que elas querem que façam, as manipulando com sonhos absurdos. E esse tipo de pessoa, tenho certeza, não são apenas "empresas do sexo" que esperam encontrar. Enfim, precisamos despertar, precisamos nos humanizar, precisamos tentar tornar o nosso redor ou ver oq podemos fazer em nossas relações: seja com filhos, seja com amigos de trabalho, seja com amigos reais ou virtuais. Parece piegas dizer isto, mas essa é uma sociedade precaria em afeto, que parece agir como sociopatas, usando e manipulando fragilidades das pessoas para o lucro de e o bem de uma minoria que nem sabemos qual face tem.

    ResponderExcluir
  22. MUITO BOM SEU POST PARABÉNS!!!!!

    QUERIA CONVIDA-LO A DIVULGAR SEUS LINKS

    AQUI NO PORTAL NEXUS

    PORTALNEXUS.BLOGSPOT.COM

    E AUMENTE SUAS VISITAS!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  23. Carlos

    Muito Obrigada pelo seu comentário.
    Você uma bela análise.

    Com relação ao trabalho escravo, fez-me lembrar que a cerca de 2 anos em minha cidade - com mais ou menos 48.000 habitantes - houve o registro de vários trabalhadores submetidos a este regime. Isto sem falar do tráfico humano... É falta Afeto neste Mundo!

    ;D

    ResponderExcluir
  24. Havia visto em algum outro lugar, apenas o vídeo.

    Suícidio sempre foi e está cada dia mais comum, conheço mais de uma pessoa que tirou a própria vida e mais algumas historias de conhecidos de amigos e por aí vai.

    Por mais que o meio seja podre, e cada dia desvalorizando mais a mulher (é raro ver um filme porno em que a mulher não seja submetida a qualquer tipo de humilhação, por mais leve que seja) - sou homem e não vejo graça nisso - é mais ou menos "entra no meio quem quer" e se consolida quem tem cabeça.
    Há de ser perfeito (a) com o corpo, atuação, performance E ainda suportar todo preconceito da sociedade. Acredito que o erro de muitos seja ver só o lado maravilhoso das coisas: dinheiro, pegar as mulheres mais top e ser pago pra isso etc etc

    ResponderExcluir
  25. Savannah era uma estrela no início dos anos 90, extremamente famosa, ficou com diversos astros da época como Billy Idol e Axl Roses. O suicídios se deu pouco tempo depois de um acidente de carro que ela sofreu em que teve o rosto desfigurado por um corte profundo. Ela não suportou perder a beleza...

    A gente nunca vai saber a dor que cada coração carrega...

    ResponderExcluir
  26. Karla parabéns.
    Como Rhyrioth citou, o vídeo e um post parecidos saíram em 18/03 no Talaricando.
    Mas faltou alguma coisa.
    O seu se fez completo. E agora vejo o que faltou.
    Um felling e visão femininos sobre o assunto.
    Sucesso

    ResponderExcluir
  27. Pra você blogueiros que divulga seus links no Uêba, Ocioso e Colmeia trago mais uma opção onde você poderá divulgar seu blog e atrair muitas visitas para seu blog...
    Conheça o mais novo agregador de blog brasileiro Clique aqui
    Obs: todos os links serão aceitos

    ResponderExcluir
  28. Bela matéria!
    Belo blog!
    Parabéns!

    ResponderExcluir

"Nunca houve no mundo duas opiniões iguais, nem dois fios de cabelo ou grãos. A qualidade mais universal é a diversidade." [ Michel de Montaigne ]

LEIA,
PENSE,
COMENTE!

Obrigada pelo seu Comentário!!