Trilha Sonora de Adeus: Nothing But a Miracle

O desapego é uma prática muito complicada e que poucos são realmente capazes de viver. Seja a um estilo de vida, a um projeto inviável, a uma ideia fixa ou mesmo a uma pessoa que há muito deixou de fazer parte do agora, temos a mania de agarrar e não saber o instante de largar. Insegurança domina, imutabilidade instala-se e a estagnação ganha força. Podemos passar muito tempo sem perceber quão tóxica e aprisionadora  é uma situação destas. Somos reféns de um capricho, não de algo real. Rezamos para que um milagre faça que tudo aconteça como sonhamos. Tolos! Impedindo estamos de que o novo aconchegue-se e traga a verdadeira miraculosidade do inesperado. Tem horas que o melhor caminho é o despedir-se, abandonar e recomeçar. Nothing But a Miracle is gonna to bring it back... Então, recomponha-se com o porvir cantarolando com Diane Birch.

Diane é uma destas multitalentosas/multifacetadas artistas que ganhou seu espaço através da internet (myspace). Com um treinamento musical voltado ao erudito - graças a seus pais - e sendo bem viajada - tendo morado em lugares como Zimbabue e Sidney - o resultado não poderia ter sido outro que a pluralidade. Suas canções variam do soul, jazz, folk, blues, erudito ao pop. Seu debut foi com o álbum Bible Belt, com músicas de sua autoria, de 2009. Em 2010 lançou o The Velveteen Age que faz um revival muito particular de clássicos britânicos dos anos 80.

Com vocês a minha Trilha Sonora de Adeus:

video


Enjoy it!


This entry was posted on 11 de fev de 2011 and is filed under , , . You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 . You can leave a response .

19 Responses to “ Trilha Sonora de Adeus: Nothing But a Miracle ”

  1. Se não abrirmos espaço para o novo ficaremos estacados, permaneceremos para sempre no mesmo lugarzinho, com a mesma vidinha, a mesma rotina monótona.
    Engraçado, julgando o livro pela capa, achei que a voz dela seria mais fina e suave, como a de Vanessa da Mata, por exemplo. Me surpreendeu a voz "forte". Gostei da música, valeu pela dica! Vou baixar.

    http://nexosereflexos.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. sempre com posts mt bons.
    continue assim

    ResponderExcluir
  3. Essa trilha sonora é muito boaaaaaaa!!!

    ResponderExcluir
  4. Ótima música citada, Blog muito TRI rs

    beijooos

    ResponderExcluir
  5. Minha trilha sonora de adeus é Famous last words do My Chemical Romance.
    Enfim, esse post veio quase que respondendo uma pergunta que eu fazia a mim mesma agora. Realmente às vezes não dizemos adeus simplesmente por medo de começar de novo, de tentar outra vez.

    ResponderExcluir
  6. Gostei tanto da música que estou fazendo download.
    Seu blog é maravilhoso, um dos poucos que vale a pena ser lido.

    ResponderExcluir
  7. Eu amo ela, ela sempre ajuda me a escrever
    beijos minha linda

    www.leandrodemorais.tk

    ResponderExcluir
  8. adorei a trilha sonora muito bem elaborada
    Abraços

    ResponderExcluir
  9. Se tem algo que aprendi bem nessa vida é precisamos estar prontos para o inesperado porque a vida é assim, faz parte do roteiro dela. Desse modo, sairemos dessa ``aventura`` mais amadurecidos e fortes, prontos pra outra.

    ResponderExcluir
  10. Desapego: o que eu mais quero aderir à minha vida. Pena que é difícil =/
    Quanto a música... show!!! (E nostálgica!)

    ResponderExcluir
  11. O desapego é uma grande virtude, difícil de colocar em prática, mas, fundamental para a vida.

    ResponderExcluir
  12. Amei o blog, mesmo!
    -
    http://lollyoliver.wordpress.com/

    ResponderExcluir

"Nunca houve no mundo duas opiniões iguais, nem dois fios de cabelo ou grãos. A qualidade mais universal é a diversidade." [ Michel de Montaigne ]

LEIA,
PENSE,
COMENTE!

Obrigada pelo seu Comentário!!