De Melhor Amiga à Protagonista


As letras estavam confusas, o coração era o principal culpado. Há tempos que não compreendia os sentimentos em desalinho. Queria estar distante, muito além daquelas terras. Ficou presa, estática, com a infelicidade camuflada dos dias. Ansiou por um grande amor, talvez não fosse este o destino seu.

Por um tempo - até demais - dedicou o sentimento a quem não merecia. Notando e ignorando, provou de anos vazios em abuso silencioso. Nunca foi mais que a melhor amiga. Sempre corrigindo/polindo os projetos de quem, longe dela, se tornou o "homem ideal". Jamais se sentiu a altura dele. Nem as dietas, nem os cursos, nem mesmo o intenso esforço em reconhecer o porque dos gostos pessoais restaram frutíferos. O que lhe coube? Assexuado sorriso malicioso.

Invariavelmente a reação em cadeia recebeu a fagulha limítrofe para seu desencadeamento:

Inércia virou reflexão.
Reflexão restou em ultimato.
Do ultimato ao espanto,
Que caminhou  para a resposta.
Resposta igualou-se a decepção.
Depois: Cura!

Um basta e o rumo modificou-se. As rédeas da vida - antes perdidas em lamentos irracionais - estavam pousadas em suas mãos. Do filme de sua existência agora se tornara a Protagonista.
* Dedicado a todos aqueles que compreendem os sentimentos de Íris Simpkins (O Amor Não Tira Férias).
Parece improvável, mas, sim; Uma hora despertamos da ilusão de um quase amor.





This entry was posted on 7 de dez de 2010 and is filed under , , , , . You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 . You can leave a response .

35 Responses to “ De Melhor Amiga à Protagonista ”

  1. Caramba muito bom, adorei seu blog, com certeza seguindo ele.

    http://thebrca.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. muito bom texto.. esse filme eu ja vi. e muito bom tbm :D

    http://mundodosamuka.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. era para eu assistir esse filme fim de semana, mas não deu, agora sim eu irei assistir.

    http://umdiaentenderei.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Adorei o Talves eu so precise de férias, um porre e um novo amor... teu blog ta demais

    ResponderExcluir
  5. Lindo blog *-*

    http://minhamenteflutuando.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Ja assisti esse filme gostei muito da representação da protagonista além de ser linda trabalhou muito bem
    ^^

    ResponderExcluir
  7. Adoro o seu blog,
    O filme passou ontem na TNT se eu não me engano,
    Adoro os papeis dessa atriz, parece que ela se entrega aos papéis, deve ser isso mesmo!
    FELIZ NATAL
    http://things-and-things.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. O filme nunca vi pq nunca chamou minha atenção, mas seu texto é um convite à parte não ao filme e sim uma boa reflexão

    ResponderExcluir
  9. Do filme de sua existência agora se tornara a Protagonista.
    de certa forma somos todos protagonistas do nosso proprio filme de acordo com as escolhas que tomamos, e os caminhos q vamus seguir.
    muito boum o texto, o blog, ta otimo .

    ResponderExcluir
  10. Sou apaixonado com seus textos! Sempre muito bons, cheios de sentimento.
    ;D

    ResponderExcluir
  11. Poxa, muito profundo seu jeito de escrever, curti. Nao que eu tenha alguma coisa a ver, mais eu acho, só acho, que vc poderia escrever com uma linguagem mais simples, pq tem mt gente que fica meia hora pra entender coisas que nao sao tao complicadas.
    mas eu adorei. Estou lhe seguindo.
    (nao querendo me promover, já me promovendo, deixo meu blog pra quem quiser ver http://gutooguto.blogspot.com/
    Obrigado

    ResponderExcluir
  12. HUASHUSAH
    Show.
    Talvez eu também precise de férias, um porre e um novo amor.
    FODA!
    _________________________________________
    http://assimounao.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  13. Que análise! Não poderia estar mais perfeita. Deixar de ser antagonista na vida de alguém (o famoso "estepe", como eu sempre menciono) para ser mais atuante em sua própria vida. já tive meus dias de Íris Simpkins e não sei se já me curei... Às vezes acho que não. Mas eu chego lá!

    ResponderExcluir
  14. Não entendi muito bem o que o post quis dizer D:

    ResponderExcluir
  15. Taí,
    gostei do que li e e interessei pelo filme...

    muito boa dica...

    valu Karla!

    ResponderExcluir
  16. Pedro:

    hehehehehe
    ... É só ler o comentário da Barbaranonato.

    ;D

    ResponderExcluir
  17. nossa, você escreve muito bem! ;)

    ResponderExcluir
  18. Nossa ótima escritora... nunca pensou em fazer um livro? tem futuro... to te seguindo ^~

    Abraços,
    Marcos

    http://marcosilustra.blogspot.com

    ResponderExcluir
  19. Bastante sentimento nas palavras legal !! =D
    http://projetosdeumlouco.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  20. Hummm, bem interessante esse caso freudiano...hahaha
    è uma pena q naum role youtube neste PC. Imagino q a cena deva ser boa...Mas a frase "Invariavelmente a reação em cadeia recebeu a fagulha limítrofe para seu desencadeamento" é realmente boa, o q vem depois nunca importa, poderia ter acontecido qualquer coisa, ela sempre seria peculiar....bjs

    ResponderExcluir
  21. Essa frase do CFA é otima, segundo post que leio essa semana que vejo essa frase.
    Um porre, uma viagem, um amor, nada mas é que se renovar !
    Conclusão: se permitir sentir é otimo!
    "Nada do que sentimos ontem vai nos segurar aqui"

    =]

    ResponderExcluir
  22. parece interessante o filme, vou procurar e assisti-lo...
    Talvez eu precise de ferias, um porre e um novo amor.

    ResponderExcluir
  23. Já passei por essa história. E fazem 2 anos que me tornei protagonista de minha vida.

    Fiz nova postagem no blog. É minha opinião sobre PRECONCEITO. Acesse, leia e deixe seu comentário;

    Abraço de NINA

    ResponderExcluir
  24. te indiquei para o jogo dos sete

    para saber, veja o post: http://facesdechuva.blogspot.com/2010/12/sete.html

    ResponderExcluir
  25. n curti esse filme!

    O melhor blog do meu .... Bairro!!!
    http://blogdocharque.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  26. Bom como ja comentei no post.. só passando pra te desejar uma otima noite de sono.. durma com os anjos !! =D

    http://projetosdeumlouco.blogspot.com/

    ResponderExcluir

"Nunca houve no mundo duas opiniões iguais, nem dois fios de cabelo ou grãos. A qualidade mais universal é a diversidade." [ Michel de Montaigne ]

LEIA,
PENSE,
COMENTE!

Obrigada pelo seu Comentário!!