Assunto Sério: Mitos e Verdades sobre Estupro


Minhas postagens geralmente tendem ao entretenimento, a cultura, a arte... Contudo, vez em quando dou um tempo e falo de algum tópico sério de nossa sociedade (é o que se pode ver nas sessões Assunto Sério e Conscientizar); Afinal, tem horas que é preciso por em voga o lado obscuro da existência. Hoje estava planejando um post bem leve e colorido - Poxa, é sexta-feira, neh?! Mas, enquanto espiava os Tumblr.s da vida, esbarrei com uma blogagem sobre qual não pude ficar indiferente.
.
Uma garota compartilhou a conversa com sua professora uma semana depois de ter sido estuprada. Esta teria perguntado àquela se antes do acontecimento ela teria beijado o agressor ou feito qualquer coisa semelhante. A menina respondeu honestamente e a professora disse:  "Viu, foi nisto que você errou!". Depois que soltou tamanho absurdo é claro que a mulher restou constrangida. Mas, já tinha falado. A garota vítima do estupro relatou ainda seu descontentamento com posturas similares que enfrentou desde o fatídico. Se desejar conferir a postagem original clique AQUI (está em inglês).

Depois de ler o acima pensei comigo: "Desde quando estupro é culpa da vítima? Quem acredita num disparate destes?". O mais triste é que, infelizmente, há quem possua uma postura de pura ignorância e deixa de compreender a seriedade e a gravidade do assunto, a exemplo a "educadora" acima citada. Creio ser por isto que o relato era acompanhado de uma lista feita pelo site da Roger Williams University com Mitos e Verdades sobre Estupro.

Então, abaixo e em livre tradução, elencarei
06 Mitos e 06 Verdades sobre Estupro:
.
.
Mito 1: Estupro é causado pela luxúria ou incontrolável desejo sexual e pela necessidade de satisfação/gratificação sexual.
Verdade 1: Estupro é um ato de violência física e dominação que não é motivado pela necessidade de satisfação ou gratificação sexual.

Mito 2: Uma vez que o homem fica sexualmente excitado, ele não pode simplesmente parar.
Verdade 2: Homens não precisam praticar sexo após ficarem excitados. Além do mais, o controle próprio não depende ou fica diminuído em virtude da excitação sexual.

Mito 3: Mulheres frequentemente mentem sobre estupro ou falsamente acusam alguém disto.
Verdade 3: Estatísticamente falando, relátorios demonstram que falsas acusações representam 2% ou menos nos casos de notificação de violência sexual. Isto é similar aos outros crimes. Acredita-se, ainda, que apenas 1 a cada 10 estupros são realmente denunciados; Sendo que agressões onde  a pessoa conhece o autor são as menos prováveis de denúncia.

Mito 4: Mulheres podem provocar uma agressão sexual graças a sua aparência, sendo que o fato dela ser atraente/sexy a primeira premissa na escolha de vítima de um estuprador.
Verdade 4: Estupradores não selecionam as suas vítimas pela aparência. Em verdade, a escolha parte do grau de vulnerabilidade e acessibilidade. Basta notar que as vítimas destes crimes possuem uma faixa etária ampla  - variando de crianças a idosos. Portanto, a atratividade sexual não é um problema.

Mito 5: A violência sexual é um tema que só diz respeito as mulheres, não havendo motivos de preocupação para homens.
Verdade 5: De acordo com recentes estatísticas do Crisis Center Statistics, homens, independente de sua orientação sexual, sofreram 10% das agressões sexuais relatadas nos Estados Unidos no ano passado. Além disso, os homens têm esposas, amigas, irmãs, mães e filhas que podem um dia precisar de ajuda para lidar com a violência sexual. O estupro é uma preocupação de todos.

Mito 6: Se uma mulher não deseja ser abusada sexualmente, ela pode lutar contra o agressor.
Verdade 6: Mesmo que o agressor não esteja carregando uma arma, o elemento da surpresa, o choque, o medo ou mesmo a ameaça de dano pode dominar uma pessoa.


* Sei que a maioria dos mitos e das verdades são bem lógicas e conhecidas de grande parte da população (ou assim espero). Todavia, não pude deixar de compartilhá-los e ressaltá-los.
.
** NADA justifica a agressão! Vale ressaltar que, justamente por ser um ato de dominação, ele pode ocorrer dentro de um relacionamento - em geral abusivo - e, também, partir de pessoas próximas, uma vez que não existe um padrão específico do agressor.
.
*** NENHUMA ação da vítima conduz ao estupro ou a violência sexual. Mesmo que as partes tenham se encontrado/ficado, a partir do instante que a pessoa disse não, passa-se sim a ser um crime a continuidade indesejada. Só para destacar, uma negativa significa NÃO! 
.
.
Falando em Date Rape...

Recomendo aqui, a título de ilustração e por ser de fato uma boa obra, o filme O Silêncio de Melinda. Ele conta a trajetória de uma menina - bem interpretada por Kristen Stewart -,  que foi estuprada por um garoto mais velho durante uma festa e que, pelo fato dela agora estar entrando no 2.º Grau, tem de confrontá-lo diariamente. Além desta relação, é possível notar a angústia e o afastamento da vítima perante os outros. Como este filme não se acha tão facilmente, já que é um trabalho independente, deixo o link para download do filme e a opção de assistir on line.


Espero que esta postagem tenha sido de alguma valia.



  

This entry was posted on 3 de dez de 2010 and is filed under , , , , , . You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 . You can leave a response .

36 Responses to “ Assunto Sério: Mitos e Verdades sobre Estupro ”

  1. Olha, eu simplesmente amo a maneira com a qual vc escreve trabalhando sempre com fatos. Seu blo é tudo de bom! Vou assistir o filme, embora nao seja mto fã da kristen...
    parabéns
    http://pingodegloss.blogspot.com/
    @amanda_pingo

    ResponderExcluir
  2. Interessante sua colocação sobre os fatos e mitos sobre o estupro, mas acho que assim como vc, NADA justifica tal atitude, até porque hoje em dia prostituta é o que não falta no mundo.
    Estupro é algo totalmente doentio e insano.

    Parabens pelo blog, ótimo post.
    É um prazer comentar em posts assim.

    Sucesso... www.bardesco.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Eu quero assistir o filme, parece ser ótimo. Já assisti um parecido com a LiLo :)

    []'s
    blog.avoado.com

    ResponderExcluir
  4. Este é um assunto realmente delicado e hoje quando vejo a notícia sobre abusos fico indignado com o fato de saber que isso acontece, porém penso como eram anos atrás quando este tipo de coisa não era divulgado.
    Quantas mulheres não sofreram este tipo de abuso e não tinham a quem recorrer com medo de represarias de uma sociedade machista que ainda hoje é dominante.
    Fico triste em ver notícias sobre este tipo de crime, porém somente desta forma é que outras mulheres terão coragem para denunciar os males que vem enfrentando.

    Não conhecia ao filme que você indicou, mas já estou baixando para assisti-lo.
    Deixo aqui minha indicação de um filme que também me deixou impressionado, apesar de antigo, o assunto é recorrente. Se puder assista ao “Espelho tem duas Faces” (The Mirror Has Two Faces) de 1996, com Barbra Streisand, Jeff Bridges e Lauren Bacall.

    Abaixo o link com a sinopse do filme e imagens dos filmes:
    http://filmow.com/filme/3101/o-espelho-tem-duas-faces/
    http://www.adorocinema.com/filmes/espelho-tem-2-faces/trailers-e-imagens/

    Parabéns pelo post!!!

    ResponderExcluir
  5. Realmente, Karla, algumas pessoas de mente atrasada tem a impressão de estupros acontecem por causa da vítima, como se tudo fosse um ato consensual. A atitude é justificada somente por um padrão de mentalidade doentia por parte do estuprador.
    Colocação perfeita essa sua.
    O filme é muito interessante também, eu já assisti. Vale a pena!
    Até a próxima.

    ResponderExcluir
  6. Fantástico o seu post! Muito bem explicado, muito pertinente.
    Infelizmente vivemos numa sociedade hipócrita, machista e que tem impressões equivocadas sobre a violência sexual.
    Parabéns pela iniciativa, pela abordagem, sem cair no clichê!

    ResponderExcluir
  7. Esse assuto é realmente muito sério, poucas coisas preocupam tanto uma mulher como a possibilidade de em um segundo perder o que tem de precioso de uma forma tão brutal... é triste saber que existe muito disso por aí...

    ResponderExcluir
  8. É uma pena que com tanto casos de estupros, as denuncias sejam tão poucas.

    http://maisqueindelevel.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Eu me revolto demais quando fico sabendo de casos de abusos sexuais, coisa de esquentar o sangue e querer fazer justiça com as próprias mãos. Infelizmente a gente tem que se controlar e achar que a justiça vai dar conta do(s) agressor(es).

    ResponderExcluir
  10. É um assunto polêmico mesmo. Eu, particularmente, fico revoltada sempre que me deparo com alguém comentando algo a respeito, e concordo que nada justifica um ato como esse. Sobre as 6 verdades e os 6 mitos, achei bem digno.
    E bem, fiquei curiosa com o filme, comecei a baixar aqui. GYDSGYDU Sucesso. *:

    http://soubeepolar.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. Há selo lá no meu blog para você.
    Dê uma passada lá para pegar.
    Abração do amigo "Calcanhar" aqui.

    ResponderExcluir
  12. Karla, mais uma vez você transmitiu uma mensagem que faze-nos pensar melhor sobre determinado assunto. E desta vez, você tocou em um assunto, as vezes ignorado pela população. Sabe aquela coisa de que só procuramos saber quando acontece conosco ou com alguém próximo? Assim é a maioria da população.
    Mas seu texto nos trouxe informação muito boa. Até novas!

    Parabéns!!

    Avisando:
    Postagem Nova no Blog: O QUE É ISTO?
    Confira!!
    Obrigada!

    ResponderExcluir
  13. Escreves superbem colega.
    Estou procurando parceria se estiver interessada me adc no msn: anaclaraqs@hotmail.com

    ResponderExcluir
  14. Simplesmente inefável seu blog... parabéns por esse maravilhoso trabalho de escrever conteúdos de qualidade!!

    SUCESSO!!!

    ResponderExcluir
  15. "Nada mais privado que o corpo."
    (Calcanhar de Aquiles).

    Hoje voltei ao seu espaço para participar da discussão sobre esse tema que além de tão necessário e urgente precisa ser desmistificado.

    Já me deparei com situações repugnantes como essa onde foram tomadas as atitudes cabíveis.

    Omissão é crime. Calar-se diante disso é inadimissível.

    O comentário da professora foi irresponsável, irreparável e infeliz.

    Mais uma vez, como sempre, impecável o seu espaço.

    Abração do amigo "Calcanhar" aqui.

    ResponderExcluir
  16. Esse é um assunto tão desagradável...Não sei como alguém pode fazer uma coisa destas. A Lei Maior proíbe mas deveria haver pena de morte para isso.

    Se puderem leiam esta reportagem da VEJA sobre abusos sexuais.

    http://veja.abril.com.br/280109/p_053.shtml

    O bispo Luiz Azcona disse " É uma prática disseminada em todos os municípios" (do Pará).

    Foi instalada uma CPI em 2009 no Pará, onde um caso envolve um deputado estadual. A vítima de 09 anos conta que o deputado usou um instrumento ginecológico para consumar o crime, visto ela ainda ser uma criança.

    Parabéns pelo tema abordado.

    ResponderExcluir
  17. É um absurdo dizer que uma vítima é culpada por uma violência. Por que ela seria culpada pelos picos obscuros de insanidade que se passam na cabeça de um estuprador? Com certeza, essa mulher devia ficar envergonhada.
    Ainda torço por um mundo sem violência.

    ResponderExcluir
  18. estupro deveria ser punido com pena de morte. simples assim. um estuprador não comete esse ato mundano somente uma vez na vida. então...

    ResponderExcluir
  19. Um aasunto q ainda é um tabu em alguns lugares exatamente por mts pessoas pensarem nos "mitos" como verdades. Acho esse post estilo utilidade publica, muito interessante e importante. Li td duas vezes e talvez até utilize alguns trechos em um trabalho escolar ok amiga. Grande abraço e sinto falta se suas visitas nos meus blogues hehehe....
    www.cinemeirosnews.blogspot.com
    e www.blog-do-pena.blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. Assisti ao filme “O Silêncio de Melinda” que você indicou, gostei muito, mas dois pensamentos ficaram em minha cabeça.
    O primeiro é o quanto o cérebro humano é poderoso, impossível não ficar admirado com a capacidade adaptação e de superação dele.
    A Segunda é o quanto a garota foi forte. Sinceramente, acredito que eu não teria a mesma capacidade de passar por tudo o que ela passou sozinho e em silêncio.
    Tenho certeza que muitas mulheres passaram por isso, e que tiveram que serem fortes para superar este trauma sem auxilio de terceiros. Alias, vocês mulheres sim, matam um leão a cada dia!

    Obrigado pela indicação do filme e mais uma vez, parabéns pelo post!

    ResponderExcluir
  21. Perfeito este post. Esses mitos precisam ser derrubados, é um absurdo que além da violência a pessoa ainda tenha que conviver com a culpa

    ResponderExcluir
  22. ""Estatísticamente falando, relátorios demonstram que falsas acusações representam 2% ou menos nos casos de notificação de violência sexual.""

    parei de ler ai...

    ResponderExcluir
  23. MOLHO:

    Desculpa,
    Não entendi o seu comentário...
    Você acha que a estatística seria maior ou menor?

    Ademais, a estatística colocada aqui eu retirei de um site de uma universidade dos EUA, creio eu que seja referência única do país em questão.

    Se você souber de algum dado e queria divulgar me avise.

    ;D

    ResponderExcluir
  24. Muito bom!! O pior que estes mitos são tidos enquanto verdade, temos que mudar este quadro!

    ResponderExcluir
  25. Infelizmente já passei por está situação,e o pior de tudo é vc chegar na delegacia e o delegado achar que vc está mentindo...Foi uma situação que mexeu muito comigo,demorei 1 mês para conseguir sair de casa,e até hoje desconfio de qualquer homem que me olhe por mais de 2 seg.Se não fosse minha família e meu esposo(na época eramos namorados)não sei se teria superado.

    ResponderExcluir
  26. Soraya

    Muito Obrigada pela sua colaboração!

    Sinto muito saber que você passou por isto. E, infelizmente, não foi a única. Recebi algumas mensagens privadas e contatos com histórias similares a sua... Com certeza a família e as pessoas próximas são vitais neste processo de recuperação.

    Parabéns pela coragem em compartilhar conosco a sua experiência!

    ;D

    ResponderExcluir
  27. O assunto é deveras complicado, sem sombra de dúvidas. No entanto o que vejo hoje em dia é uma espécie de contra-senso onde não existe exatamente uma ancora para um ponto de vista. Calma. Já explico.

    Mulheres e homens são iguais. Porque então vemos casos frequentes onde o homem paga pensão, onde o homem é preso por haver agredido a mulher, onde o homem, o homem e o homem. Qtos homens sofrem agressões de mulheres, ou caem no conto da gravidez ou são induzidos a um ato penoso. Tenho casos sólidos em minha familia que contrariam os 2% acima citados, onde um parente foi falsamente acusado de estupro por uma ex-namorada, em contrapartida não existe nenhuma outro homem de minha familia (que não é pequena) que tenha estuprado uma mulher.
    Tratam como se a culpabilidade fosse de forma premonitória e exclusiva do homem.

    Não quero com isso defender a violência doméstica ou o estupro ou qquer outra forma de agressão seja fisica moral ou verbal... Pelo amor de Deus.

    Mas é muito fácil apenas culpar os outros por seus próprios erros. Descordo veemente do 4 mito. Acredito que o homem (decente) tem a condição de se controlar sim, se estiver excitado sem maiores problemas, mas provocar a situação usando uma roupa provocante ou atitudes insinuantes COM certeza não ajuda.

    Enfim, o mundo é de uma diversidade de opiniões absurda, terão aqueles que concordam comigo e com certeza aqueles que me acharão uma besta-fera.
    Mas embora não seja exatamente um religioso, gostaria de relembrar uma passagem biblica que me parece se aplicar ao caso.
    - E disse o senhor. "Cuida-te, que eu te cuidarei".

    ResponderExcluir
  28. Emerson:

    Obrigada pelo comentário e por compartilhar sua visão e experiência.

    RESSALTO: Como disse na postagem, os dados aqui trazidos foram retirados do site de uma UNIVERSIDADE AMERICANA; por tal, correspondentes aquele país.

    Quanto ao MITO 4: Eu acho ele muito válido para entender a natureza do delito. Pelo que li, estudos demonstram que a motivação predominante é a excitação pela DOMINAÇÃO da vítima e não o, digamos, "apelo sexual" da pessoa. O mesmo vale para crimes do gênero contra homens.

    A título de curiosidade: No Brasil, a postura da vítima é tida como causa de diminuição da pena. Ou seja, não se abona o crime, mas existe uma redução da pena a ser dada ao réu.

    SOBRE A PORCENTAGEM:
    Como disse, os dados são "GRINGOS" daquele país. Mas, não acho que exista tanta diferença assim. O 2% seria das situações que são denunciadas. Até por conta dos contatos via email que estou recebendo... Muitos dos casos de estupro nem chegam a ser denunciados.



    Gosto quando uma pessoa com uma visão diferente a da escrita na postagem expõe sua visão com clareza e mais num sentido de gerar um diálogo.


    ;D

    ResponderExcluir
  29. Concerteza o fato de uma pessoa ter um relacionamento (de qualquer tipo) com outra não da direito a esta de abusar sexualmente da outra isso é um fato inegavél

    Mas eu acredito que para uma mulher é sempre melhor estar atenta para o tipo de parceiro que escolhem.
    o fato de estupro ser um crime, e o criminoso ser condenado. não vai apagar nem ressarsir os danos causados pelo estupro.

    em outras palavras: quer fica dando sopa pro azar, depois não reclama das consequencias!

    ResponderExcluir
  30. Concordo cum muito dos pontos citados, mas tem um mero detalhe. Estamos falando de seres humanos, são pessoas que pensam por si e agem de acordo com sua idéia, uma parte dos agressores sexuais agem da forma descrita que pegam doces e inocentes crianças, outras não. Meninas de 12 anos, que se pintam como mulheres, que colocam decotes exagerados, micro saias, dançam de forma sensual, não são tão inocentes como se pintou no blog. Não estou apoiando a violencia, de forma alguma, violencia é violencia e deve ser punida como tal. Acho que cada ação gera uma reação. E sem contar também os homens psicopatas que são doentes e NÃO, NÃO controlam o seu impulso, praticando o crime de violencia seja de teor sexual, tortura ou assassinato.
    Está é minha opinião.
    PS: Adorei seu blog!

    ResponderExcluir
  31. Ai Nossa!

    Muito obrigada pelo elogio e agradeço o seu comentário.

    Ressalto mais uma vez:

    NENHUM DESTES MITOS E VERDADES SÃO DE MINHA AUTORIA; Foram copiadas do site citado na postagem.

    Sobre o que vc está falando seria mais voltado para uma situação de Estupro Presumido?! Eu acho que se for neste sentido a discussão já é diferente: O ato partiu de comum acordo e entendimento das partes ou não? A legislação nacional parece cerrada sobre o tema, mas os tribunais vêem de forma diferente - justamente por se tratar do desenvolvimento da sociedade e da própria pessoa.

    Por óbvio que cada siuação pede uma análise. Tem suas variáveis e será assim analisado. Também acho que nem toda a verdade é absoluta. Contudo, alguns pensamentos limitados e preconceituosos - até perante as vítimas - é algo que atrapalha a denúncia e superação pela mesma.

    Um exemplo extremo é o da prostituta que não aceita o trabalho e acaba sendo forçada. Quem vai acreditar nela? E se ela estiver completamente machucada.. vai ter quem pense: "Teve o que mereceu!" Um absurdo no meu ponto de vista...

    A menina que falo na postagem, pelo que entendi, foi um Date Rape (Um estupro num encontro/ficada). Cito agora um exemplo deste tipo de estupro: O caso da menina de Joaçaba/SC que estava bêbada e foi atacada por 4 meninos - se não me engano - no banheiro de uma festa. Os mesmos filmaram tudo e colocaram no youtube.

    Acredito que qualquer postura de instência depois de um claro NÃO ou de outra causa é uma violação clara ao direito da pessoa. É uma agressão. E se formos ver de outra forma estaremos tirando o valor da expressa vontade da pessoa.

    É assim que penso.


    Mais uma vez obrigada por compartilhar seu pensamento.

    ;D

    ResponderExcluir
  32. Ótimo post.
    um dos meus maiores medos é o estupro. :z
    Assisti O Silencio de Melinda na tv a cabo, amei o filme e procurei desesperadamente pra baixar e os links estavam corrompidos. Valeu pelo link. :D

    ResponderExcluir
  33. Ahn sim! Entendi sua ponto de vista! Não liga não, gosto muito de conversar e debater assuntos! E desculpe caso tenha me expressado mal!
    Obrigada!

    ResponderExcluir

"Nunca houve no mundo duas opiniões iguais, nem dois fios de cabelo ou grãos. A qualidade mais universal é a diversidade." [ Michel de Montaigne ]

LEIA,
PENSE,
COMENTE!

Obrigada pelo seu Comentário!!