Retrospectiva do Terror: Década de 90


Com a chegada dos anos 90 e a tão falada revolução tecnológica, o terror voltou a ser um gênero secundário e com produções de qualidade duvidosa; Isto, porque a ficção científica teve a sua explosão cinematográfica – talvez mais em questão de número de filmes que de qualidade (mas isto é outra questão). Entretanto, a década teve os seus modismos, algumas explosões de bilheterias e surpresa. E, é claro, certas películas que merecem nosso deleite.

De Adolescentes em Perigo a Falsos Documentários, estamos na Década de 90!

Não há como falar sobre o terror deste período sem mencionar O jogo com Lendas Urbanas, mortes cabulosas e adolescentes. Foi uma febre lançada pelo Pânico e seguida por similares - de inferior qualidade – como é o caso de Eu Sei o que Vocês Fizeram no Verão Passado e Lenda Urbana. Duvido alguém que tenha presenciado o auge e não tenha vivenciado de pertinho esta explosão.

Dos que citei acima, o que julgo merecer um destaque é o filme de Wes Craven que fez de Pânico (1996) uma homenagem sua aos jovens retalhados na década de 80. Fácil notar isto quando das aparições de uma personagem relatando os detalhes e manias presenciadas nesta espécie de horror. A sinopse é clara: Um novo serial killer está imitando famosos assassinos do cinema e matando jovens como nos filmes, criando trabalho para a polícia local e assustando os estudantes do colégios da cidade. Pânico marcou o renascimento do sub-gênero terror adolescente, abrindo uma nova onda de filmes do estilo.




Mas não só de homenagens e teenagers era composto o cenário do terror, uma criatura um tanto esquecida e mal-retratada ganhou novo fôlego: O Vampiro. Neste universo vampiresco obtiveram-se algumas das melhores produções do gênero; Deliciosamente Obscuras!

Neste sentido, tem-se o belíssimo filme de Francis Ford Coppola: Drácula de Bram Stoker (1992). Um elenco invejável, uma estética gótica precisa e muita fidelidade com a obra inspiração só poderia resultar nesta premiada produção. A trama desenrola-se quando Jonathan Harker, um jovem advogado, que fica aprisionado no castelo do vampiro, enquanto este parte para Londres em busca de um lugar para morar. Lá conhece e se apaixona pela namorada de John, Mina, a quem tentará morder para transformá-la em uma de sua espécie.




Entrevista com o Vampiro (1994) segue moldes similares do anteriormente citado: É baseado em um livro – este de Anne Rice –, funciona muito bem esteticamente e é muito feliz na escolha de elenco – em especial da, na época pequena, Kirsten Dunst. Também na linha drama/terror, a história é contada sobre a ótica de um vampiro do século XVIII, o qual cede entrevista a um jornalista de nosso tempo, contando como foi mordido pelo lendário Lestat e todo o caminho que percorreu até estar ali.




Também com sua fundação em um livro, Frankenstein ganha nova “vida” nas mãos de Kenneth Branagh em 1994 quando lançou seu Frankenstein de Mary Shelley. Baseado no romance de Mary Shelley, o filme conta a história de Victor Frankenstein, um promissor médico que, traumatizado pela morte de sua mãe durante seu nascimento, torna-se obssessivo com a volta a vida depois da morte. Seus experimentos o levam a criação de um monstro, que Victor produziu com restos de cadáveres e o cérebro de seu mentor.




Outra figura retratada com uma visão particular foi Peter Jackson foi o Zumbi. Com o seu filme independente e divertido Fome Animal – idem de 1992 – acompanhamos o tímido Lionel em sua desesperada tentativa de arrumar uma namorada enquanto tenta se entender com a mãe dominadora, sua vida se complica ainda mais quando ela se torna um zumbi canibal.





O único filme que saiu do marasmo de idéias foi A Bruxa de Blair (1999), uma das películas precursoras do estilo falso documentário. O filme é interessante, mas ganhou sua fama graças a divulgação esperta no “novo” meio de comunicação de massas da época, a Internet. A história se passa em Outubro de 1994, quando três jovens vão para a floresta de Black Hills filmar um documentário sobre uma lenda local: “A Bruxa de Blair”. Um ano após a partida dos estudantes é encontrada a fita que documentava a arrepiante e assustadora viagem dos jovens através da floresta. Todos os eventos filmados durante cinco dias mostram como os jovens “desapareceram”.




Alguns outros destaques do cinema mais dark da época: Tim Burton e sua visão estética; Anthony Hopkins mais que perfeito e assustador na pela de Hannibal Lecter em O Silêncio dos Inocentes  e o suspense que jurou surpreender O Sexto Sentido.


Assim terminam os anos 90;
Na próxima postagem, caímos na atualidade.





Links Pesquisados:



http://centralrocknet.com.br/index.php?news=1713
http://www.bocadoinferno.com/
http://imdb.com/
http://www.cineplayers.com/

This entry was posted on 29 de out de 2010 and is filed under , , , , , , , , . You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 . You can leave a response .

23 Responses to “ Retrospectiva do Terror: Década de 90 ”

  1. Suas indicações, como sempre ótimas.
    O que é esse "banner animado " no começo? HAHA

    Confesso, que terror, não é meu genero preferido. Não durmo sabe? haha. Mais um dia assisto algum desses! Pelo que vi, vale a pena, década de 90 *.*

    Beijos e parabéns :*

    ResponderExcluir
  2. Não assisti nenhum dos filmes acima, mas ouvi excelentes comentários sobre "Entrevista com o vampiro" e alguns dizem que "Bruxa de Blair" é super assustador. Maaaaas, terror não é meu estilo, sou um puta medroso. hehe

    Enfim, adorei o blog!

    - Zach

    ResponderExcluir
  3. não fã de filmes de terror por que os acho ridiculos, mas um dos que você ressalto ": Drácula de Bram Stoker" eu gostei :p

    ResponderExcluir
  4. Eu gostei muito de entrevista com o Vampiro! Na minha opinião um filme que entrou para a lista dos melhores filmes do gênero!

    Abraços, Flávio.

    http://www.shitnessbook.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Entrevista com o vampiro é o meu preferido. Tanto o livro quanto o filme foram ótimos

    Beijo, ótima tarde

    ResponderExcluir
  6. muito legal, adorei o blog
    http://wwwbrubiologia.blogspot.com/
    to seguindo

    ResponderExcluir
  7. Frankenstein de Mary Shelley é clássico!!
    Baita filme. Robert de Niro é um ator espetacular. Quase irreconhecível no filme.

    ResponderExcluir
  8. Bacana, mesmo...
    e é isso aí, marcando Halloween!

    Adorei o início.. o banner ótimo! *o*
    Não sou muito chegada em terror. Mas como toda adolescente de 2009/10, eu amo vampiros.
    Adorei, sinceramente!

    ResponderExcluir
  9. a que eu mais gostei, talvez porque ta mais na minha época ^^

    A bruxa de blair marcou minha infancia ¬¬
    acho que até hoje tenho medo de ver esse filme ;@

    ResponderExcluir
  10. Interessante =]
    Você mostrou bastante conhecimento acerca do tópico, o que deve ser fruto do fato de você ter pesquisado ^^

    Lembrar de clássicos como Drácula e Frankenstein é nostálgico, mas agradável. Estes não marcaram apenas os cinemas, mas a literatura como um todo!

    Devo confessar que não sou adepto de filmes de terror como um todo [porque sou muito medroso], mas achei seu post fascinante! Nem eu mesmo esperava me entreter com informações do gênero =)

    Parabéns!

    ResponderExcluir
  11. Tudo bem que eu tenho 23 anos, mas aqui estão alguns dos meus filmes preferidos. Talvez não pela qualidade e tals, mas sim pela história.
    Tipo Dracula. Isso sim é vampiro de verdade.
    Entrevista, não precisa comentar. Pra ter noção, faz uma semana q eu assisti ele de novo, é fodah.
    Frankstein não preciso comentar também. Acho que sou fã dele por causa do cientista que ele foi baseado
    =O


    Bom... depois de muito tempo voltei pra comentar, vocÊ continua sendo maravilhosa e eu continuo sentindo inveja desse seu dom :P

    Beijos Karla

    ResponderExcluir
  12. Ah, muito doi meu email, ele preenche esse blog q eu fiz de trabalho de faculdade!
    =O
    sacanagem!
    Mas tudo bem...
    Beijos Karla (E comentei tudo o que tinha de comentar acima)

    ResponderExcluir
  13. Muito bom o Post..

    Hoje em dias ainda há alguns filmes de terror que ainda dão medo, mas tem cenas bizarras que nos fazem rir e até desacreditar..
    nessa decada a gente ficava muito mais com medo..
    E falar em Draculas de hoje em dia é desperdicio... pois esta ai em todo mundo o "Dracula Bonzinho".. é o mundo tá acabando.

    rs
    Belo post.

    ^^

    ResponderExcluir
  14. não assisto filmes de terror mesmo u.u'
    medo. :S
    IHAODIAHDOASIDH
    enfim. seguindo seu blog, muito lindo :D/
    bjs

    ResponderExcluir
  15. Panico com certeza entrou para a história, quem nunca colocou aquela mascara que atire a primeira faca . hahaah

    ResponderExcluir
  16. adorei teu blog

    gosto muito de filmes de terror

    bem informativo


    siga-me tambem


    grato

    http://carrapatopreto.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. Foi uma década apagada...

    Dos que tu citou na lista apenas Entrevista com o Vampiro e Drácula de Bram Stoker, me trazem boas lembranças...

    Marquinhos
    http://selvageriasolitaria.blogs.sapo.pt/

    ResponderExcluir
  18. karla obrigado pelo carinho
    adorei seu blog,vou possa a seguir
    beijos boa tarde

    ResponderExcluir
  19. Pessoalmente, acho que o Bruxa de Blair o melhor desse período. Não porque tem um produção milionária de magnatas e popstars, e sim, pelo contrário. Exploraram então, algo simples: um terror que é acreditável e pode se tocado por qualquer que acampe e seja tocado por algo inusitado. O modo de filmagem - sendo uma suposta gravação 'amadora'pelo personagem - foi algo original e que dava mais suspense ainda.

    ResponderExcluir
  20. Todos os filmes citados ilustram muito bem o gênero terror na década de 90. são filmes com abordagens bem originais e diversas, mas que formam um belo conjunto. Dentre os citados, gosto muito da densidade de "Entrevista com o vampiro" e o clássico "Drácula de Bram Stoker".

    ResponderExcluir
  21. adorei! mais um ótimo post!
    o dracula e entrevista com o vampiro são os melhores. mas confesso que não vi esse frankenstein vou baixar.

    ResponderExcluir
  22. Muito boas suas indicações.
    Eu não gosto muito de filme de terror....fico aterrorizada sabe aushausuashuashusha

    Mas saus explicações foram ótimas, apesard e não assistir vou saber comentar do tema...
    (seu template é perfeito)

    ResponderExcluir

"Nunca houve no mundo duas opiniões iguais, nem dois fios de cabelo ou grãos. A qualidade mais universal é a diversidade." [ Michel de Montaigne ]

LEIA,
PENSE,
COMENTE!

Obrigada pelo seu Comentário!!