Compartilhe-se!


Eu gostaria de saber os mistérios do relacionamento humano. Estranho como se pode passar uma vida inteira sem nem sequer perceber quão analfabetos somos. Em especial no quesito proximidade. Quando analisamos, estamos pensando demais. Quando impulsionamos, estamos agindo demais. E nesta insistente busca pelo relacionar-se, machucamos e somos machucados – como feridos de uma guerra com tantos precedentes que não se compreende como caímos nas mesmas ladainhas.

Ultimamente tenho me visto como a pior de todas nesta área. No amor: nada acontece. Na família: acontecem em demasia. Com os amigos: variável em extremos. No trabalho: inútil sinto-me. Estou presa numa rede egocêntrica de maus envolvimentos, com provável culpa e causa culminando em mim. Afinal, qual é o denominador comum desta conversa? Estou amarrada e sofrendo em silêncio, sem respostas, sem perspectivas, estes pesadelos que não passam! Transformei-me em uma medrosa egoísta. Exausta de lágrimas, estou morrendo um pouco mais a cada dia. O que faço?

A verdade é que não existe uma resposta simples e certeira; Algo como: "Tome três colheradas de mel por um mês e estará curada". O que se pode fazer é seguir e dar o melhor de si – ainda que de momento nada pareça claro e evidente, ainda que se torne um verso retórico, ainda que tudo esteja infinitamente distante... A solução é perseverar não deixando nunca de iluminar todas as nuances próprias, expondo-as para o mundo.

Na insana situação em que estou;
O que me resta é compartilhar-me!






This entry was posted on 24 de jul de 2010 and is filed under , , . You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 . You can leave a response .

38 Responses to “ Compartilhe-se! ”

  1. "É brabo isso daí, tchê"

    Eu, absolutamente totalmente definitivamente adverso as relações sociais.

    Me dou mal.

    Ainda espero, a mudança.

    ResponderExcluir
  2. mto lindo teu texto.. sempre axo que escrevemos oque sentimos ou pensamos no exato momento vivido... e me pareceu que você.(se for realmente postado por esses motivos acima) está passando por um momento dificil..seja ele semtimental, familiar. profissional..enfim.. é um momento dificil.. e só uq cura é o tempo.. realmente o tempo ajuda..mais uqe seriamos nós se não fosse o carinho de Jesus pela nossa vida.. as vezes acontecem coisas ..situações nas nossas vidas que a dor é tão grande que pensamos que não tem como suportar.. pode ser a pior besteira.. mais para nós tem um grande significado.. e essa dor vai nos consumindo.. de uma forma que não da pra explicar.. a única saída para que essa tristeza não nos tome por completo é buscar a luz dentro disso tudo. e pode acreditar..existe essa luz.. existe Jesus nisso tudo.. e ele é sim melhor que qualquer tempo.. melhor que qualquer remédio.. ele é em si a cura!
    Uns confiam em carros, outros, em cavalos; nós, porém, nos gloriaremos em o nome do Senhor, nosso Deus. Salmos 20.7

    confie em Deus e mais ele fará!

    http://nuvenscoloriidass.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Nossa, que confusão é essa amiga blogueira? Espero que não seja uma crise... enfim, as cries também podem nos ajudar a crescer... entender realmente não dá, o negócio é vivenciar, sem querer determinar as coisas, traçar caminhos futuros... tá tudo aí!

    Valeu!

    ResponderExcluir
  4. Faltou dizer que dividir, muitas vezes, é somar... grande abraço e congratulações pelo lindo trabalho que vem fazendo neste Blog!

    Francorebel.

    ResponderExcluir
  5. Nossa, muito bom mesmo!!!

    Já estou seguindo!

    Se puder da uma olhadinha no meu blog!

    www.perdinabolsa.blogspot.com

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Karla,
    Eu já passei por essas crises! Relaxe, querida, elas passam e quase sempre deixam valiosas mensagens. No mínimo te permitirão conhecer um pouco mais sobre você mesma!
    Grande beijo,
    JAckie

    ResponderExcluir
  7. *O* lindo texto.
    Nem precisa falar na beleza que a a composição do mesmo, parece que as palavras dançam em perfeita sintonia.

    É como eu digo, não existem respostas faceis ou regras generalizadas. Você descobre como sair do fim do poço e se precisar de ajuda (que sempre preciasmos) Acreditar em Deus é o melhor.
    Enfim. Parabéns pelo dom. De nos fazer sentir através das saus palavras.

    ResponderExcluir
  8. Nossa, seu texto é realmente bom.
    As vezes se relacionar se torna complicado porém acho que aprendemos com a vida uma forma de tentar melhorar sempre, ou não.

    ResponderExcluir
  9. Tem coisa pior do que as relações?

    Eu acho que não.
    Bem, eu sou totalmente anti-social, sou um desastre nesse assunto!

    =)

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. É verdade, ao invés de vivermos cada dia mais, muitos morrem cada dia mais! E cada vez mais, é dificil encontrar alguém que te apoie pra você viver. Vida, e suas barreiras, mais temos que lutar, e jamais desistir de viver!

    Adorei o texto, parabéns!

    ResponderExcluir
  12. Mto Legal, o blog é interessante :D
    se quiser me seguir http://zeruellas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. a cada dia que leio seus posts me encanto com seu vocabulario... a forma como o utiliza, a forma como o interpleta. me fascino com a facilidade q vc obtem com as palavras e seu entrozamento com tais.
    mas falando sobre este post:
    verdade não existe receita secreta, isso vai de cada um, se tivesse receita como seria facil opnar pelo o melhor'.

    ResponderExcluir
  14. Na verdade nunca existiu um manual de instruções para relacionamentos humanos...

    Relacionar é algo que nos vamos passar a vida inteira tentando descobrir e entender... e provavelmente nunca chegaremos a uma explicação coerente

    O lance é viver e curtir o momento.. se for bom aproveite.. se for ruim tire proveito do que aprendeu.

    Voce escreve muito bem.. parabens

    http://italoopensador.blogspot.com/

    xD

    ResponderExcluir
  15. "Transformei-me em uma medrosa egoísta. Exausta de lágrimas, estou morrendo um pouco mais a cada dia."

    Posso mudar para "Transformei-me em um medroso egoísta. Exausto de lágrimas, estou morrendo um pouco mais a cada dia"?

    Ah, todos nos sentimos assim!

    http://anpulheta.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Olá,

    Eu acho que esses questionamentos são normais, ao longo da vida. Só não entendi por que vc disse "...com provável culpa e causa culminando em mim". Não acredito que haja "culpas" aí, principalmente culminando em vc. Sabe por que? Porque se existem "culpados", esses são os que não tem a menor noção de que são culpados. O fato de vc se sentir "culpada" é a maior prova de que não é.

    Eu já passei pelos extremos. Excesso e falta. Pessoas em excesso e ausência total de pessoas. Nisso, a pior coisa é sofrer por solidão. Quando falta alguém especial, o importante é descobrir as alegrias (que são muito sutis) de se estar a sós consigo mesmo. E assim parar com essa história de sofrer por solidão.

    Atualmente e já há um bom tempo prefiro estar só. Gosto de ficar sozinha e não anseio por companhia.

    ResponderExcluir
  17. sempre terá questionamentos que nós nem saberemos da onde tiramos, mas é a vida. Adorei seu blog :)

    ResponderExcluir
  18. Me indentifiquei totalmente com o texto. Já passei por isso. Sempre coloquei a culpa nas pessoas sendo eu o único culpado na verdade o problema estava em mim.

    ResponderExcluir
  19. Também me indentifiquei com o texto.... Mais do que gostaria até...xD

    Existem coisas dificeis d se dosar... aliás... "indosáveis". Sou um exagero d preocupações, mas em outras coisas sou mto escassa. Falta mto, falta semrpe. O problema é conseguir a medida certa em algo, sem arriscar o q tem em outro lado.

    Me isolei d+, perdi mto, ainda não reebi nada, mas virou um vicio.

    Flaemmchen

    ResponderExcluir
  20. Acho que o "barato" de relacionar-se não é o que vc encontra, mas sim o que se aprende. Aprendendo evoluímos e, em um dado momento, as coisas acontecem naturalmente. Óbvio que é preciso adaptar-se e moldasse a cada nova descoberta, se não tudo não passa de detalhes insignificantes.

    ResponderExcluir
  21. A sensação de frustração é inevitável, já q vivemos sempre em cima de metas e sonhos. A frustração vm de nao realiza-los. Bem deveriamos saber q o mais importante é reconstruir nossa busca pelos sonhos, pois isso é o que traz o prazer nessa busca, trazendo também o q se tem pela felicidade. Ou seja, como vc disse , temos q lidar com isso, pois essa lida é a vida e dela q tiramos a alegria e a sensação do "valeu a pena".
    ^^

    Grande abraço, Karla!!

    ResponderExcluir
  22. Vim compartilhar minha crise existencial, aquele período em que tudo se pergunta e nada se responde e o maior propósito é o "porque"
    Bjks ;) Boa semana

    ResponderExcluir
  23. e talvez sejamos mais analfabetos do que podemos se que supor!

    ResponderExcluir
  24. bloggar é como fazer análise sem analista =)

    ResponderExcluir
  25. Tem dado muito certo nas relações do blog. Esta, salva, e muito bem salvado.

    ResponderExcluir
  26. Que bom que vc pensa assim

    as pessoas de hoje estão muito seletivas em relação a amisades

    parabéns

    bjs

    http://adolescente-antenado.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  27. Meu Deus!
    Que texto maravilhoso Carla...
    Me tocou profundamente...
    Ele poderia ter sido escrito por mim rsrsrs
    Me sinto exatamente como vc.
    Beijos.
    Lhe desejo muita força.

    ResponderExcluir
  28. Isso é bem verdade né?!
    adorei. bjs

    http://coposcheiosdevodkaerocknroll.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  29. Karla,
    Relacionar-se é algo que nem todos conseguem fazer com propriedade. As vezes erramos mas acho que a busca pelo acerto deve ser constante. Em qualquer que seja a relação, a troca deve sempre existir para o sucesso da mesma.
    Parabéns pelo texto.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  30. Muitas vezes sinto-me como você. Principalmente quando paro pra pensar. e decido-me parar de pensar nessas coisas e de me cobrar. Tudo tem seu tempo e o tempo é o senhor da razão. Muito bom texto.

    Abraços, m!sunderstood

    http://reflexo-da-alma.blogspot.com

    ResponderExcluir
  31. realmente não existe uma fórmula...o lance é saber ser feliz dosando razão e emoção.....
    abs

    ResponderExcluir
  32. Muitooo bom, escreve perfeitamente bem!
    Parabéns!

    One kiss ;*

    ResponderExcluir
  33. Muito bom!!!

    Se existisse uma receita ou se conselho fosse bom...

    A chave, me parece, está na questão de sabermos quem somos. Na relação com o outro saber que o outro é um outro, portanto, diferente. A diferença não é distancia, pode ser diálogo, se soubermos entender que cada um é cada um!

    http://felipedesouza-psicologo.blogspot.com/

    ResponderExcluir

"Nunca houve no mundo duas opiniões iguais, nem dois fios de cabelo ou grãos. A qualidade mais universal é a diversidade." [ Michel de Montaigne ]

LEIA,
PENSE,
COMENTE!

Obrigada pelo seu Comentário!!