Além da Arte: Vincent Van Gogh

Starry Night Over the Rhone

De repente,
Além dos meus olhos,
No absurdo árido,
Com o espírito repleto de sinais,
Pintando a escuridão,
Apenas pela noite,
Ele permanece.
Todos os sonhos
Desenhados em traços seguros,
Pelo espaço de um segundo
Cruza a meia-noite.
Então,
Pelos olhos meus
O espírito plana.
Quem está pintando o céu agora?
Lembranças do sono.
Sonhos sem realização.
Um céu esmerado
Dele, sem explicar, recebi legendas.
O lugar tinha nome:
Coração.
Voltando para a terra diurna,
Insistindo em abandonar a obra,
Abri-os.
Do meu lado – pelo espaço do infinito –
O pintor sorria,
Sabia ele que para o meu céu havia trazido estrelas.

Falar de Van Gogh é algo até indulgente, considerando que a arte do mesmo é de conhecimento geral e, na sua grande maioria, apreciada. O holandês,que nunca vendeu um quadro seu enquanto vivo, conseguiu o status de imortal com seu trabalho voltado a natureza e seus sentimentos mais profundos.

Seu estilo nem impressionista, nem expressionista, foi marcado pelas variações e evoluções de seu estado mental - uma vez que diagnosticado com perturbações psíquicas graves na época. O artista afirmava que as suas pinceladas praticamente “falavam” sobre o que estava em seu interior, tanto na racionalidade quanto na emoção. Por tal, entendido como pintor pós-impressionista ou pré-expressionista!

Uma das maneiras de compreensão das obras de Van Gogh é a classificação de acordo com diferentes formas de as interpretar; Assim, apresento uma subdivisão retirada do site Memória Virtual:

"- Os primeiros trabalhos: Os desenhos e pinturas tendem a centrar-se nas vidas de camponeses e trabalhadores pobres, além das paisagens desertas nas quais viviam. Vincent teve uma grande admiração pelos trabalhadores do campo, o que retratou nas suas telas. O uso das cores mais escuras pode sugerir uma atmosfera melancólica (“Os Comedores de Batatas”).
- Período em Paris: A ida de Vincent para Paris em 1886 provocou uma profunda mudança, aproximando-o de outros artistas: Monet, Renoir, Degas, entre outros.
- Os “japoneses”: O período durante o qual Vincent pintou no estilo japonês tradicional foi bastante breve.
- Os Retratos e Auto-Retratos: Vincent pintou muitos retratos ao longo da carreira, nomeadamente, os Auto-retratos, quando não podia dispor de modelos. Entre os retratos, encontra-se o famoso “Retrato de Doutor Gachet” (a tela mais cara do mundo). Dos Auto-Retratos, destaca-se o “Auto-retrato Sem Barba”, de 1889, que, em Novembro de 1989, entrou para a galeria dos cinco quadros mais caros do mundo."


Seguem algumas de suas obras:
Sorrow, 1882
The Potato Eaters, 1885
Portrait Père Tanguy, 1887/8
Terraço do Café à Noite, 1888
Red Vineyards, 1888
O Café à Noite na Place Lamartine, 1888
Doze Girassóis Numa Jarra, 1888
The Room, Outubro de 1889
Vista de Arles, Pomar em Flor, 1889
Starry Night, 1889

"Não tenho certeza de nada, mas a visão das estrelas me faz sonhar".
Vincent Van Gogh




 Thanks!!!


This entry was posted on 13 de jun de 2010 and is filed under , , , , , , . You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 . You can leave a response .

30 Responses to “ Além da Arte: Vincent Van Gogh ”

  1. Tem um doc sobre ele muito bom, adorei.

    Tem um presente para você no meu blog, espero que goste.

    http://www.loverocklive.com/2010/06/selo-love-amor-cultura.html

    ResponderExcluir
  2. São lindos os trabalhos do Van Gogh.
    Adorei tua postagem!
    Serio mesmo!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. eu adoro os desenhos de van gogh =] eu tenho um livro em casa com coletania deles =] muito bom

    ResponderExcluir
  4. Muito legal.. *----------*
    \o/

    http://megamassofanmade.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. muito bom!!! incrivel sem palavras

    parabéns



    O melhor blog do meu .... Bairro agora está com vídeos
    http://blogdocharque.blogspot.com/
    =D

    ResponderExcluir
  6. Lindo o blog! E tu escreve muito bem!
    Parabéns!
    Beijo'

    ResponderExcluir
  7. noite estrelada...
    O lugar tinha nome:
    Coração.

    gostei.
    eu ia perguntar a mesma coisa? tu se inspira na imagem pra escrever?

    ResponderExcluir
  8. ahh... dá uma visitada tb:

    http://mundoeumbigo.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Eu estava conversando com uma amiga que cursa artes ai entramos no assunto Vincent Van Gogh que é o meu pintor preferido , ela era taxado de loucos naquela época, ora ledo engano loucos somos nós ! lindo post sobre esse gênio !!
    aguardo sua visita também
    www.ruivosuburbano.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. foi um grante pintor com um otimo talento

    ResponderExcluir
  11. dizem q ele decepou as orelhas pra pintar um auto retrato quando n estava conseguindo pintá-las...

    ResponderExcluir
  12. Macaco Pipi e Lucas

    A poesia foi sim inspirada no quadro.


    Arash

    Já ouvi duas versões; Esta que vc citou e, numa entrevista que assisti - não lembro de quem - , comentou que ele teria perdido a orelha em uma briga de bar com outro pintor da época e os dois teriam criado esta história juntos.

    Particularmente, prefiro a versão que vc citou!

    ;D

    ResponderExcluir
  13. passando novamente aqui e reafirmando q o blog é sensacional.

    Ah, obrigado pela visita no meu. Atualizei. Se quiser, dê uma passadinha lá. Quando atualizar aki, me de um toque. Tou te seguindo. Abs!

    ResponderExcluir
  14. olha eu d novo
    rs
    ah ele foi um exente pintor a a gnt pode confiri na postagen q foi belamnt escrito

    ResponderExcluir
  15. Blog de muito bom gosto. Parabéns.
    putz escrever sobre Van Gogh é divino, assim como apreciar seu talento e o de outros grandes pintores, que muitas vezes não possuem seus trabalhos reconhecidos nem mesmo depois de falecidos.

    ResponderExcluir
  16. PUTZ
    TEM QUADRO AÍ Q NAO SEI PQ
    É GOSTOSO DE FICAR OLHANDO

    ResponderExcluir
  17. Bravo minha cara amiga
    um belo poema inspirado por um grande gênio da arte

    já falo do nosso blog do projeto

    já esta em fase de lançamento só aparando algumas arestas

    espero respostas dos e-mails

    abraços

    ResponderExcluir
  18. Nossa, eu amoo o van Gogh, tenho uma agenda com as pinturas dele, de tanto que gosto. Gosto das misturas das cores, dos tracos, enfim, nem dá para descrever... ele fez mt bem em trocar a batina pela pintura!
    beijooo

    ResponderExcluir
  19. ja estudei os quadros de van gogh
    Realmente muito belos
    seu blog esta de parabéns

    ResponderExcluir
  20. É, não tem mesmo como decidir entre impressionista e expressionista!
    skpaokspoas.'
    o que eu mais achei interessante foi The Potato Eaters, 1885
    O cara tem que ter realmente muito talento pra fazer algo daquele tipo. e, quadros, poemas, músicas, 80% é baseado nos sentimentos do artista!

    www.vanessafunnygirl.blogspot.com

    ResponderExcluir
  21. Van Gogh que legal!

    "Sorri, vai mentindo a sua dor
    E ao notar que tu sorris
    Todo mundo irá supor
    Que és feliz" Chaplin

    Isso me dá inspiração pra uma nova postagem, seu blog inspira menina!

    ResponderExcluir
  22. A postagem sobre Van é divina, sem palavras!! mas quero mesmo é dizer que me encantei com teu blog menina!!!É uma poesia!!!
    Parabéns!!

    ResponderExcluir
  23. adorei a postagem , já sou visitante nato desse blog .
    Parabéns .

    ResponderExcluir
  24. Adoro Artes. Acho incrível o modo como os impressionistas pintavam suas telas, não tinha traços feitos a lápis ou mesmo com tinta, era tudo com várias pinceladas e quando você olha de longe forma uma imagem perfeita. É, ele foi um pintor incrível.

    Parabéns pelo BLOG, ele tem bastante conteúdo (: e adorei em especial, esta postagem. Enfim, vou te seguir õ/

    ResponderExcluir
  25. Oi Karla!
    O Talles pediu para que eu selecionasse algumas poesias suas para publicar no Papéis de Cisrcustâncias, fiquei completamente perdida, suas poesias são lindas!
    Que bom termos vc no Projeto!
    Um abraço,
    Michelle

    ResponderExcluir
  26. Olá Karla, fiquei feliz em ter sua vista em meu pequeno blog, mais ainda ao visitar o seu e me deparar com uma infinidade de coisas interessantes e poesias maravilhosas...
    Parabéns e pode ter certteza que ganhou um fiel seguido.
    Com carinho de mais novo fã..
    Daniel Ribeiro

    ResponderExcluir

"Nunca houve no mundo duas opiniões iguais, nem dois fios de cabelo ou grãos. A qualidade mais universal é a diversidade." [ Michel de Montaigne ]

LEIA,
PENSE,
COMENTE!

Obrigada pelo seu Comentário!!