Ela Faz Cinema

Tenho a vida amorosa de Íris Simpkins.
Por anos desejando alguém,
Que nem respeito demonstra pelo sentimento.
Por anos esperando e sendo a coadjuvante,
Sendo a melhor amiga,
Quando nasceu para estrelar.
Nestes absurdos e infortúnios da vida,
Longe dele, um wake up call.
Adeus papéis secundários!
Olá Protagonista!


Trecho do Filme "O Amor não tira Férias":
Iris: I understand feeling as small and as insignificant as humanly possible. Ad how it can actually ache in places you didn't know you had inside you. And it doesn't matter how many new haircuts you get, or gyms you join, or how many glasses of chardonnay you drink with your girlfriends... you still go to bed every night going over every detail and wonder what you did wrong or how you could have misunderstood. And how in the hell for that brief moment you could think that you were that happy. And sometimes you can even convince yourself that he'll see the light and show up at your door. And after all that, however long all that may be, you'll go somewhere new. And you'll meet people who make you feel worthwhile again. And little pieces of your soul will finally come back. And all that fuzzy stuff, those years of your life that you wasted, that will eventually begin to fade.



 Thanks!!!

This entry was posted on 1 de jun de 2010 and is filed under , , . You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 . You can leave a response .

32 Responses to “ Ela Faz Cinema ”

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Caramba jah sofri com isso...mas nunca tive coragem de assumir o papel principal, de encarar e mostrar meus sentimentos...DROGA SOU EMO MESMO, vo me matar...

    ResponderExcluir
  3. Olá, gostei muito do seu blog. E aproveitando a oportunidade que dá uma olhada no meu!!
    segue lá também! caso queira posso trocar link. É só adicionar meu link e me mandar o seu.

    www.meucaonaochupamanga.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Karla mesmo que vc não me responda...por favor oq vc quiz dizer no comentario na no meu blog
    eu escrevo poesias mas num intendo nada delas...me ilumine

    ResponderExcluir
  6. òtimo blog, quero apenas dizer que seu blog é bem rico em conteudo,muito bom mesmo !!!
    tô te seguindo, me segue ?

    ResponderExcluir
  7. Peeefeito esse filme.
    Adorei o post.
    Teu blog é bem bacana.
    Vou voltar.
    Beeeijoos http://yankavaz.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Oi Karla,

    bacana os seus versos. As vezes é realmente difícil deixar de ser coadjuvante. Uma situacao que talvez por comodidade, talvez por medo de se perder quem se ama, acaba por prolongar-se mais do que se deveria.

    Outro ponto a ser analisado é o fato de encontrarmos dificuldades em enxergar as coisas quando nós estamos envolvidos(sentimentalmente) na questao. Gosto muito daquela frase:
    "O inferno sao os outros"

    Mas acordei com o seu Basta no final! =)

    ResponderExcluir
  9. Ah, vou aproveitar e deixar o link do meu blog aqui para os seus leitores. Talvez nao seja mto bem o público alvo, mas como vc mesmo citou: "A qualidade mais universal é a diversidade".

    Parabéns mais uma vez pelo blog!

    meu blog: http://dinheiroconsciente.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Sou louca pra poder ver esse filme, mas toda vez que passa eu estou entretida com outra coisa.

    ResponderExcluir
  11. muito bom seu blog, em plena sintonia, assunto, texto, imagens, o layout tb é lindo !!! vou te seguir, se quiser me seguir tb
    http://arathane.blogspot.com/
    aceito parcerias viu, qq coisa é só me mandar um comentário tá ?
    bjos

    ResponderExcluir
  12. eu sou tão Iris minha Karla que as vezes eu deixo escapar muitas pessoas maravilhosas de minha vida

    ah tha tendo uma promo lá no blog

    ResponderExcluir
  13. Não vi o filme ainda, quero ver!
    Obrigado pelo comentário!
    Estou seguindo tbm!
    Beijo!

    ResponderExcluir
  14. Gostei dos versos. É um grande passo deixar de ser coadjuvante e tornar-se protagonista.

    ResponderExcluir
  15. Gostei dos versos! Ainda não vi o filme.

    Beijo!

    ResponderExcluir
  16. O filme é lindo.
    E ser protagonista é um desafio supeeer válido.
    Parabéns pelo blog, super legal

    http://www.mixofmonsters.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  17. [suspiro...]
    Melhor eu nem comentar o assunto...

    Lindo blog, menina! Adorei!

    ResponderExcluir
  18. Já assiste esse filme, é simplesmente fantástico Karla.
    Estou sempre por aqui. Bjos

    ResponderExcluir
  19. Interessante o mpost. Acho importante, especialmente para as mulheres, essa busca pelo centro das atenções. Nossa cultura patriarcal de milênios sempre faz com que elas se tornem figurantes, nem ao menos uma coadjuvante. Graças ao bom Deus isso tm mudado. Espero que continue assim.
    ^^

    ResponderExcluir
  20. Já assisti o filme e adorei a seu verso, tem muito a dizer!

    ResponderExcluir
  21. A eu vi esse filme e é lindo,bem interessante como a postagem,li outras do seu blog,curti,mesmo

    ResponderExcluir
  22. bem criativo seu blog
    passe lá no meu tbm
    http://rodrigoceli.blogspot.com/
    bjs

    ResponderExcluir
  23. algumas vezes eu tb nao tive coragem de por as cartas na mesa e assumir o sentimento. achoq eh pq sempre dá um medinho, aquela duvida se a pessoa sente a mesma coisa ou não.

    adorei seu blog *-*
    www.vanessafunnygirl.blogspot.com

    ResponderExcluir
  24. quando a gente encara algo do tipo, se liberta, e encontra a verdadeira essencia!

    ResponderExcluir
  25. E a minha vida amorosa é de qualquer atriz fuleira de novela mexicana chumbrega.

    ResponderExcluir
  26. EU AAAAAAAAMO ESSE FILME *-*
    adorei seu blog :)

    Beijos, Carol

    ResponderExcluir
  27. eu assisti e amei esse

    Adeus papéis secundários!
    Olá Protagonista!

    ameiii , perfeito.!

    ResponderExcluir
  28. o nosso maior ero éacharmos que somos autores de nossas histórias...quando na verdade somos apenas personagens, cabe a nós a deci~soa de ser coadjuvante ou protagonista!

    ;)

    ResponderExcluir
  29. AMO ESSE FILME, amo mesmo!
    Mesmo que eu esteja correndo de paixões, o filme é lindo e tem uma mensagem de fato muito boa.

    ResponderExcluir
  30. um dia vc acorda e ve q é nojento...

    ResponderExcluir

"Nunca houve no mundo duas opiniões iguais, nem dois fios de cabelo ou grãos. A qualidade mais universal é a diversidade." [ Michel de Montaigne ]

LEIA,
PENSE,
COMENTE!

Obrigada pelo seu Comentário!!