Dylan, Dylan & Dylan

Para quem já assistiu ao filme Mentes Perigosas vai ficar mais fácil de compreender o espírito desta postagem. No filme citado, a personagem da Michelle Pfeiffer é uma professora ensinando alunos problemáticos, a qual propõe um trabalho comparando o poeta Dylan Thomas e Bob Dylan. Inspirada nesta idéia, resolvi falar sobre os três Dylans que admiro.


Jakob Dylan
Primeiro fez sucesso nos anos 90 com a banda The Wallflowers - uma das minhas preferidas da época. Estorou com a bela One Head Light em 1996. Posteriormente, regravaram o sucesso de Bowie, Heroes, a qual se manteve nas paradas em 1998. Sempre adotando um estilo pop/rock, a banda lançou outros grandes sucessos que valem a pena ser conferidos: 6th Avenue Heartache, Closer to You, When You're on Top - que adoro -, Josephine e a Freshmen. O filho de Bob Dylan com Sarah Dylan iniciou a sua carreira solo em 2008 com o álbum Seeing Things; Entrando numa esfera mais folk/country , mantendo-se no estilo em seu novo cd Woman + Country, o qual veio para comprovar que seu talento, herdado ou conquistado, é verdadeiro. Deste novo trabalho dele indico: Nothing But the Whole Wide World, We Don't Live Here Anymore, Lend A Hand, Holy Rollers For Love e Standing Eight Count.



Nothing But the Whole Wide World

Dylan Thomas




Poeta inglês, é considerado um dos maiores e mais influentes literatos do século XX na língua inglesa. Como muitos apaixonados pela arte das letras na época, vivia em boêmia e, por tal estilo de vida, acabou tendo um vida curta, mas ampla e frutífera em legado. Falou certa vez que : "Poesia é aquilo que me faz rir, chorar ou uivar, aquilo que me arrepia as unhas do dedo do pé, o que me leva a desejar fazer isso, ou aquilo, ou nada." Descrição que compartilho e sinto em mim. Deixo aqui um de seus poemas:








EM MEU OFÍCIO OU ARTE TACITURNA

Em meu ofício ou arte taciturna
Exercido na noite silenciosa
Quando somente a lua se enfurece
E os amantes jazem no leito
Com todas as suas mágoas nos braços,
Trabalho junto à luz que canta
Não por glória ou pão
Nem por pompa ou tráfico de encantos
Nos palcos de marfim
Mas pelo mínimo salário
De seu mais secreto coração.


Escrevo estas páginas de espuma
Não para o homem orgulhoso
Que se afasta da lua enfurecida
Nem para os mortos de alta estirpe
Com seus salmos e rouxinóis,
Mas para os amantes, seus braços
Que enlaçam as dores dos séculos,
Que não me pagam nem me elogiam
E ignoram meu ofício ou minha arte.
(tradução: Ivan Junqueira)




Bob  Dylan
Sou fã incondicional da voz, letras, musicalidade da lenda vida que é Bob Dylan. Desde seu passado de protestos, bem folk, quando lançou o fantástico e mais influente trabalho do gênero The Freewhellin' Bob Dylan (1963), até os seus mais atuais lançamentos Together Through Life (2009) sempre se apresenta consistente, inteligente e delicioso de se ouvir. A sua transição do estilo original para um mais rock'n roll não foi de toda calma; Em fato, houve certa comoção e desentendimento dos fãs, já que afirmaram estar "vendendo-se". Contudo, com o passar do tempo, o que se viu foi uma afirmação pessoal no querer fazer boa música, um som atemporal. Como Dylan mesmo afirmou: "Não sou eu. São as músicas. Eu sou só o carteiro. Eu entrego as músicas." Não irei elencar minhas canções preferidas dele, eis que seriam muitas para tal. Então, deixo aqui dois vídeos que valem a pena serem conferidos:



Like a Rolling Stone em Newcastle -1966

Girl From the North Country com Johnny Cash

Espero que curtam os Dylans assim como eu!






 Thanks!!!

This entry was posted on 22 de jun de 2010 and is filed under , , , . You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 . You can leave a response .

33 Responses to “ Dylan, Dylan & Dylan ”

  1. Não acompanho a carreira dos 2 primeiros Dylans, mas a do último sim. Adoro também. "Like a rolling stone" está no meu MP3. Adouro!

    bjk, Vi.

    ResponderExcluir
  2. adooorei seu blog e suuas Postagem !

    http://copiagaspar.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. não tinha feito esta relação minha cara mais agora que você mostrou estou analisando

    ResponderExcluir
  4. pena que eu não assisti o filme , gostei bastante do post

    http://www.blogescolhas.tk/

    ResponderExcluir
  5. já assistiu uma garota irresistivel o dylan da as caras por lá^^

    muito bom

    ResponderExcluir
  6. li ;) muito bom, parabéns

    desses, só ouço o terceiro dylan

    ResponderExcluir
  7. desses dylan ai, soh conheço o poeta e o bob...
    ja tinha visto alguns poemas do thomas, ele é mto bom, por isso imortalizado.

    um grande, abaraço, visite-me qdo puder.
    ate breve!
    http://leituraopinativa.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Bob é genial.
    Thomas eu já havida lido algo dele por aí, e sua postagem me fez ficar com uma vontade de ler ele hahaha.
    Agora o Jakob eu não gosto muito não.

    ResponderExcluir
  9. lembro da banda the wallflowers, só teve uma música que fez sucesso, não lembro o nome. o poeta eu desconheço e bob dylan é um grande músico mas não faz meu estilo, então... é gosto! xD

    http://nervozero.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Bob Dylan tem letras incríveis..
    http://analisefc.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. The Boss:

    Concordo que seja gosto. Por isto falei dos Dylans que EU admiro.

    Quanto ao Bob: Não há como negar a influência musical que ele representou e rtepresenta na esfera mundial; Ainda que não se goste do mesmo.

    Quanto ao The Wallflowers: Eles tiveram mais do que uma música de sucesso. Todas as que citei fizeram um bom sucesso, algumas até sendo trilha sonoras em filmes - como é o caso da versão de Heroes (Godzilla) e de I started a Joke (Zoolander) - e seriados.

    ;D

    ResponderExcluir
  12. Enquanto escutava Nothing But The Whole Wide World lia o poema de Dylan Thomas, acabou criando uma trilha sonora surpreendente que deu mais sentimento ao texto.
    Já Bob Dylan, não curto muito.
    Parabens pelo excelente artigo.

    ResponderExcluir
  13. Bob Dylan, aw! *-* Como você mesma disse, "consistente, inteligente e delicioso de se ouvir." :)

    Adorei! Beijos!!!

    ResponderExcluir
  14. faz...não vi o filme...
    agora de curioso, deu vontado :d

    ResponderExcluir
  15. Eu amo Bob Dylan, a voz dele é uma das mais perfeitas que já existiram *-*

    ResponderExcluir
  16. Muito bom o post, otimo tema *-*
    Parabéns mesmo :]

    http://hell-boyy.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  17. - haha , bacana não companhava mas gostei muito :D

    ResponderExcluir
  18. não curto muito bom
    mas gostei do poste
    e o 3° video foi o melhor
    xD

    ResponderExcluir
  19. Excelente post. O que mais me chamou a atenção foi a seguinte frase: "Poesia é aquilo que me faz rir, chorar ou uivar, aquilo que me arrepia as unhas do dedo do pé, o que me leva a desejar fazer isso, ou aquilo, ou nada."
    Simplesmente perfeita, não há definição melhor que essa.

    ResponderExcluir
  20. por causa do post, vou assistir o fiilme *-* parece ser realmente facinante *-*

    ResponderExcluir
  21. Karlinha, parabéns pela postagem, novamente você arrasou!!! De todos, conheco mais o Bob Dylan e ele é muito bom mesmo... Querida, finalmente fiz a postagem dos prêmios e como sou um grande admirador seu, não poderia deixa-la de fora dos meus indicados!!! Parabéns novamente pelo blog!

    Olhe aí o link pra postagem
    http://thiagobatticelli.blogspot.com/2010/06/premio.html

    ResponderExcluir
  22. visual novo ficou melhor!
    nem conheço os caras
    :$

    ResponderExcluir
  23. Gostei do layout novo, agora sim, está mais bonito, parabén pelo blog

    ResponderExcluir
  24. Puxa... Quantos Dylans... kkkk
    Muito inteligente este Post!!!

    Circuito Rede Cerebral

    ResponderExcluir
  25. Também curto Bob Dylan. Porém, pelo que li em seu post, conheço bem menos que você. kkkk

    Tenho uma coleção de posts sobre Dylan no meu blog, inclusive algumas letras de músicas.
    Se quiser, confere lá e deixa um comment nas quais gostar...

    E se quiser parceria de link, é só avisar na CBOX.

    Parabéns pelo blog! Tôh seguindo e voltarei outras vezes.

    ResponderExcluir
  26. Não curto muito o tema desse post, mas continuo te admirando pelos seus excelentes posts!
    Parabéns por sua paciência e dedicação!

    Bjs!

    ResponderExcluir
  27. O Thomas e o Bob são geniais, o outro não conheço. "I want You" é uma das minhas canções favoritas.

    abç
    Pobre Esponja

    ResponderExcluir
  28. Quando vi o seu blog e vi esse cacetão de textos pensei, essa menina é doida, mais depois fui lendo e percebi que vc realmente sabe escrever, porque não escreves um livro? Acho que vc se daria muito bem...

    ResponderExcluir
  29. "O Thomas e o Bob são geniais, o outro não conheço. "I want You" é uma das minhas canções favoritas." ²

    ResponderExcluir

"Nunca houve no mundo duas opiniões iguais, nem dois fios de cabelo ou grãos. A qualidade mais universal é a diversidade." [ Michel de Montaigne ]

LEIA,
PENSE,
COMENTE!

Obrigada pelo seu Comentário!!