Versos de Criança

(Quem nunca se sentiu assim... Nunca? Vai sentir...)


Se soubesse que gostar doía tanto, não teria gostado de você.
Não fui avisada!
Agora escrevo versos como uma criança,
Que nem sabe direito de onde ou para onde vai,
Só degusta aquele sabor estranho de que tudo faz sentido
E sentido algum faz.
Como se pode ser assim?
Uma mistura intensa de perguntas das quais a resposta é temerária?
Mais confusa do que a própria questão,
Uma bagunça mental,
Um desalinho sistêmico,
Condenada a sentir como poucos ousam.
"Foi sem querer",
É no que insisto,
No fim culpa tenho.
Não pude evitar de reparar no seu íntimo,
Não pude evitar de demonstrar o meu.
Imagino como seriam os meses senão o tivesse conhecido.
Logo percebo que esta balbúrdia faz parte do meu instinto de sobrevivência.
Um dia, destes que não tem chuva nem sol,
Cogitei contar quantas vezes lembrava de seu rosto.
Cansei demais.
Via-o na chuva que faltava,
Sentia-o no sol que escondido ficava.
Vou montando estes versos com mais e mais rimas pobres,
De alguma forma roubou meu encanto,
De alguma forma deixei-o roubar.
Tola mais que os néscios,
Continuando a tentar,
Quem sabe... Talvez...
Consiga sorrindo
O que chorando não canso de esperar.



 Thanks!!!

This entry was posted on 16 de mai de 2010 and is filed under , . You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 . You can leave a response .

29 Responses to “ Versos de Criança ”

  1. Lindo texto!!
    o sentimento é uma das coisas mais lindas que tem no mundo!!
    adorei o blog!!

    ResponderExcluir
  2. Sou fánatico por poesia, sempre que pinta um blog de poesia vou correndo seguir pra acompanhar as atualizações *-*
    E o seu é um deles, parabens pelo blog.

    http://apertamute.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. quem sabe... talvez... consiga sorrindo o que chorando não canso de esperar

    você escreve muito bem, muito mesmo, adoro passar por aqui !

    PARABÉNS pelo seu blog, mantenha viva a cultura das palavras !

    http://preludiopostumo.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. um bom texto, sempre temos aqueles que tomam as nossas coisas simples, fixam seus rostos na chuva, no sol, nas arvores e nos fazem ser prisioneiros destes sentimentos, ficamos esperando o tempo curar nossas feridas =/

    enfim um ótimo texto =]

    http://bonecozumbie.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Lindo mesmo!
    "Quem sabe... Talvez...
    Consiga sorrindo
    O que chorando não canso de esperar."
    Eu me vi aí... =D

    ResponderExcluir
  6. meenina , qe perfeição de texto é esse *--------* ameei de mais voç tem muito talento, parabéns !

    beeijos
    to te seguindo ;)

    ResponderExcluir
  7. divulgando meeu blog :

    http://lollaramonad.blogspot.com/

    _ me segueem que na hora eu sigo tbb (:
    *bgs :*

    ResponderExcluir
  8. pois é, não podemos evitar de ver e revelar nosso íntimo... isso faz de nós românticos... podem querer dizer que é ter mais capacidade de suportar dores, eu prefiro acreditar que se entregar é mais chance de ser feliz quando a oportunidade chegar

    lindo texto, adoro passar aqui no teu cantinho, que tem esse tom de lilás que em conjunto com tuas palavras exercem um efeito calmante em mim... obg!

    ResponderExcluir
  9. me identifiquei muito com seu blog, voce escreve bem demais, parabens :)

    ResponderExcluir
  10. Muito bom o blog, viu?
    Se quiser parceria, só passar lá no Gigante Colorado!
    Beijo ;*

    ResponderExcluir
  11. Nossa! Impressionante como vc escreve bem!!
    Parece até poesia romantica da época mesmo hahaha
    Bem legal! gostei muito!

    Tô seguindo, segue lá tbm =)
    Beijos.

    ResponderExcluir
  12. esses textos a gente vai escrevendo ,escrevendo, escrevendo, quando ve, ficou profundo assim :t

    ResponderExcluir
  13. Nossa, você escreve muito bem.
    O texto realmente me prendeu do começo ao fim. Os versos são tão profundos; até me identifiquei em algumas partes..

    Parabéns pelo talento! :n

    ResponderExcluir
  14. Fã do blog, fã dos seus textos que sempre me emocionam...ainda mais em dias tristes...parabéns!

    www.thetascio.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Karla minha doce amiga, eu tenho que dizer que esses versos que escrevemos na confusão de nossas almas, são lindo pois carregas os sentimento mais confusos e a confusão nos torna santos. lindo muito lindo

    ResponderExcluir
  16. seu vocabulário é muito bom, todo verso que eu leio encontro palavras novas

    ResponderExcluir
  17. não sei pq ainda me surpreendo por aqui! já devia ter entendido q vc se supera sempre!

    abraços...

    ResponderExcluir
  18. Que lindo parabéns estou te seguindo

    ResponderExcluir
  19. Você escreve muito bem... A tristeza, na minha opinião, é o que há de mais poético no ser, e você soube usar toda a sua poesia para descrever a sua tristeza!!

    Amei, tô seguindo!

    ResponderExcluir
  20. achei mto bunitinho
    seu blog eh show gatuxa
    http://drehluvz.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  21. Lindooo...
    Parabéns pelo blog!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  22. eu particurlamente não gosto de poesias mais quando parei pra ler esa, eu gostei mt *-*
    Parabéens, amei o blog *-*

    ResponderExcluir
  23. lindo!!
    parabéns pelo blog
    to seguindo vc beijoss!!!

    ResponderExcluir
  24. amar é correr riscos. um dos poucos riscos q se vale a pena correr

    ResponderExcluir
  25. Muito bom mesmo, parabens...
    Concordo com tudo!!!

    ResponderExcluir
  26. ótimo poema =D
    seus textos são ótimos
    parabéns

    ResponderExcluir
  27. Tbm me sinto pisando em espinho quando escrevo sobre relaçoes...Temo ser erroneamente interpretado adrorei o texto, poesia desorganizada e meu forte!!!

    ResponderExcluir

"Nunca houve no mundo duas opiniões iguais, nem dois fios de cabelo ou grãos. A qualidade mais universal é a diversidade." [ Michel de Montaigne ]

LEIA,
PENSE,
COMENTE!

Obrigada pelo seu Comentário!!