Rios de Sangue

...... Poster Oficial do Filme Blood River ......
Num chuvoso domingo insosso, de nostalgia, de pseudo-depressão, quando a televisão está mais vazia que de costume e nada mais lhe agrada a não ser curtir uma preguiça, o que resta a fazer? 
Bom, eu levantei do sofá, ajeitei-me um pouco e parti para a locadora de filmes mais próxima. Não estava no clima de assistir algo meloso ou mesmo uma comédia  nonsense; Pensei então partir para a linha de um terror. Só que temia esbarrar em mais um clichê, repleto de falhas e  sem um final recompensador. Eu queria ver um bom filme.

Percorrendo por entre as várias sessões e gêneros, nada parecia saltar aos meus olhos; Até o momento em que esbarrei com um filme de capa razoável, sinopse confusa e com uma lista de premiações e indicações em festivais um tanto quanto underground, como o Honolulu International Festival e New York VisionFest.

Resolvi arriscar-me. E não é que a surpresa resultou em agradável? Não entrou para minha lista de preferidos, mas conseguiu manter-me cativa com uma análise bem inusitada do juízo final.

Não é toda a película que consegue me impressionar, principalmente no quesito originalidade.  De modo geral, até posso gostar do filme e elogiar aspectos dele, sem que o mesmo realmente me cause algo além. Principalmente quando o assunto é blockbusters, os quais muitas vezes divirto-me assistindo sem nada incitarem. É preciso uma boa edição, uma história convincente, uma análise a mais, um pouquinho além. Talvez eu estivesse aberta ao que se seguiria na tela, ou simplesmente cansada demais do óbvio, ou por mais alguma variável que no momento escapa-me... Blood River de Adam Mason convenceu-me.

Primeiro, ressalto: 
  1. As sinopses encontradas sobre o filme não condizem com a história, há falhas claras que podem conduzir o telespectador de maneira errônea. Então, não dê muita atenção a elas não. 
  2. Não se engane: O filme tem violência, mas nada trash ou exagerada. Não espere sangue e mais sangue.
  3. Achei que o filme é vendido como um suspense/terror; Todavia, é mais um thriller dramático; Principalmente se a pessoa consegue captar - o que julgo ser - o objetivo do diretor.
  4. É um filme com cara de independente, com uns bons cortes de câmera e não pretendendo ser uma obra prima. Portanto, não há motivos para ansiar pelo melhor filme já feito ou algo tão sensacional e surpreendente. É sim um trabalho interessante e que merece ser visto e pensado.
Dito isto, vou contar um pouquinho mais sobre a história, as reviravoltas e minhas impressões:

Um casal dirige-se por uma paisagem árida e quente. São os anos finais da década de 60, nenhuma alma a vista, até que passam por um estranho Cowboy que caminha solitário por entre aquele cenário. No rádio a entonação de sermão, falando sobre os males da humanidade, quase soando como um exorcismo, completa o incômodo causado pela cena. O casal aguarda o nascimento do filho e viajam rumo a casa dos pais dela para contar a novidade.

Mais a frente o pneu fura e os mesmos sofrem um acidente. Ao procurarem o step, dão-se conta que o mesmo não mais se encontra no porta-malas. Sem escolha, dirigem-se até a cidade mais próxima: Blood River. Onde novamente encontrarão aquele estranho peregrino. A partir deste ponto é que a história começa. 

E se for ler por isto você já imagina que o dito estranho é um maluco serial killer e que os dois são obrigados a escapar dele para saírem com vida, não é verdade? Aí é que se equivocam. Durante todas as cenas há pistas, inclusive as falas mais confusas são coerentes, é só prestar atenção aos detalhes e ao não dito.

O filme, como eu disse, é uma espécie de releitura do juízo final. Retrata a maldade humana - sem impor a culpa em demônios ou terceiros -, os pecados, a teimosia, o livre-arbítrio, o bem e o mal, assim como a busca pela verdade, pelo arrependimento, pela libertação. Independente de preceitos religiosos, de crenças, de ideais, curta visão do cineasta. Se o tom imposto pelo cowboy soa cruel, o que se tem na realidade, no segredo ansiando por revelar-se é muito mais pesado e obscuro.

Todos os atores são bons e não conhecidos do grande público. Destaco a atuação de Andrew Howard no papel de Joseph, ele está FANTÁSTICO! Impressionante como em uma personagem que é e não é vilão o ator consegue transmitir esta exata dualidade sem pender para nenhum dos lados.

A finalização do filme não é "redonda", "bem explicadinha", ela deixa em aberto para análises pessoais, alguns pontos não são revelados e outros são soltos sem clareza. Contudo, isto não me incomodou. Acho que foi feito na intenção de deixar a pessoa confusa e pensando nos detalhes, nas sutilezas, na verdade.

Vale a pena conferir.

Para quem já viu o filme ou não se importa com SPOILERS, aqui vão algumas análise pessoais de cenas e prováveis dúvidas que o enredo do filme possa ter gerado a mim e a outros.

Para mim não há dúvidas de que Joseph - o estranho cowboy - é um Mensageiro de Deus. Acredito que aquela estrada seja um caminho genérico para os que já morreram; Concluí isto pelas inúmeras vezes que ele cita que se a pessoa encontrou com o referido é porque já havia trilhado pelo "caminho do mal, do pecado" e não havia mais volta - Ou seja, já estava morta. O lugar seria uma espécie de purgatório. Até porque não há movimento na estrada, ou qualquer cidade real. A desolação é fora do comum e perturbadora.
Ademais, como poderia ele saber dos crimes cometidos, dos pecados não confessados, se ele não sai daquela estrada? 
Quando aparece o quadro repelto de fotografias marcadas, as épocas destas são completamente distintas; Se ele fosse o "assassino", seria humanamente impossível suprir séculos atrás.
Outro motivo para eu crer que eles já estão mortos quando esbarraram com Joseph foi  a cena do acidente em que Clark procura o step e tem certeza de ter colocado no porta-malas; Minha opinião é que ele matou o Benny e o pôs no lugar. Eles nada vêem por estarem iludidos - criando uma falsa lembrança. Sendo que somente depois o Clark consegue enxergar o que fez.
Também fica evidente para mim que aquela estrada é o ponto do acerto de contas - juízo final - de cada um, pois nem Benny e nem o bebê estão presos ali; Tanto que Joseph quando "tira" o bebê da Summer afirma que o mesmo agora pertencia a ele - por conseguinte - a Deus. Detalhe importante, ela não sangra quando o mesmo faz isto.
Vale destacar que até o último instante houve a possibilidade de redenção: "A verdade vos libertará". Mas pela natureza humana e covardia de Clark, ele deixou a oportunidade escapar.
Vale lembrar que: Clark foi morto por Summer. Summer, que foi condenada pela apatia, acabou sendo deixada lá. A atendente do hotel suicidou-se. Em momento algum  se vê o cowboy ferindo as pessoas, elas se machucam, se matam, se condenam.
A verdade não dita por Clark, o segredo que se negou a afirmar até o final condenando os dois, não se fixava apenas na morte de Ben; Creio eu que ele acabou matando a Summer e depois se matando também... Ou algo do gênero. Afinal, mãe nenhuma viajaria por aí sem saber o paradeiro do filho.

Opiniões e divagações minhas. Adoro quando um filme oportuniza-me isto. ;D




 Thanks!!!

This entry was posted on 24 de mai de 2010 and is filed under , . You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 . You can leave a response .

43 Responses to “ Rios de Sangue ”

  1. muito bom texto, e achei o layout bastante leve e bonito, o que é raro ultimamente. Parabéns.

    Blog sobre Fotografia e Tech.
    http://patoemfoco.blogspot.com/ - Visitem!
    ;D

    ResponderExcluir
  2. Parece ser interessante talvez eu até assita, estou muito desencantado com os filmes de terror, faz tanto tempo que não vejo um bom. A mioria como você diz são cheio de cliches, repletos de falhas e sem um final recompensador.

    ResponderExcluir
  3. existem coisas que realmente nos surpreende, tudo é uma questão de ótica.

    ResponderExcluir
  4. Não fiquei muito empolgado pela obra.. não faz meu estilo....sei lá.. curto filmes, textos e livros que me deixam pra cima...

    ResponderExcluir
  5. Adorei seu blog
    muito bom o texto e o filme é meio Gotico?
    bjus
    me visite

    ResponderExcluir
  6. peeerfeeito teu blog! sério
    não para nuunca dee escrever, seguidoora fiel já rs
    *_* parabéens!

    ResponderExcluir
  7. "Bloode River"

    Nunca ouvi falar, mas pela história, parece mais o estilo de filme do Stephen King, e me pareceu ser meio capenga em questão de trilha sonora.
    Mas, TALVELZ, algum dia eu procure (o que acho difícil de achar) e veja. rs

    ResponderExcluir
  8. Infelizmente nao curto muito "filmes" mais esse me estigou curiosidade, vou fazer as pipocas, para assistir, assim que tiver um tempo vago

    e quanto ao blog, lindo demais. *-*

    ResponderExcluir
  9. Nossa!!!! Vc escreve muito bem,, tem um vocabulario F*da!!!

    Parbens
    Quanto ao filme, eu já assisti e gostei tbm!

    http://ximbolistas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Parece ser um bom filme!

    Eu concordo totalmente com você, quando diz que não há mais filmes de terror bons, que a maioria é clihcê, sanguinário e sem um final realmente compensador. o último do estilo que eu assisti que saí feliz com o final foi 'Espíritos 2'. Eu amo o tema e o filme realmente prende.

    beijos!

    ResponderExcluir
  11. Me parece um bom filme, vou ver mais a respeito...

    quanto ao blog, perfeito :D

    ResponderExcluir
  12. bela sinopse, me deixou curioso, vou tentar não eqeuecer pra pode alugar este filme qualuqer dia.

    ResponderExcluir
  13. Parece ser interessante o filme, pelo menos parece da forma que você falou.

    ResponderExcluir
  14. muito bom seu blooooog *-* nossa ! Parabéns !
    seguidoraa já !

    http://nataliebastos.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  15. Muito bom seu blog, parabéns; você escreve muito bem!
    Com todos os seus argumentos, eu, que não sou muito fã de filmes de terror ou suspense, cheguei a ficar com vontade de assistir esse filme... Talvez eu faça isso quando tiver oportunidade, vou até copiar o nome para não esquecer.
    Abraço. (passa lá no meu blog? obs: pode apagar essa parte entre parênteses)

    ResponderExcluir
  16. Olá! primeiramente, quero dizer que foi uma alegria ter chegado ao teu blog.para falar a verdade, me lembro de já ter vindo aqui outras vezes. algo que, de cara, me demonstra se o blog me interessa é o bom português, que tu, com certeza, tens. dei uma olhada a mais no teu blog e adorei, inclusive achei semelhante ao meu em alguns aspectos. por isso, pergunto se gostaria de fazer parceria. dá uma passada em meu blog e acompanha minha última postagem. aguardo uma resposta, sucesso e até mais. ;)

    ResponderExcluir
  17. Adorei aqui '--'


    Quanto ao filme, adoro quando acho filmes que nem sabia que existia

    :o

    bjo bjo

    ResponderExcluir
  18. a historia do filme naum me agradou mto naum..
    =/

    ainda mais q vooc' contou qase o filme todo

    ResponderExcluir
  19. a vida eh uma caixinha d surpresas

    ResponderExcluir
  20. Esse tipo de filme não me agrada .. mais ta mto bom o blog!

    ResponderExcluir
  21. Adorei seu blog! Sou a seguidora nº 100.. LEGAL!

    Layout,textos, tudo nos trinques..!

    Sucesso!

    ResponderExcluir
  22. Muito obrigado mesmo. Eu adoro assistir filmes. Sou uma pessoa muito ocupada. Mas de vez em quando eu ligo o "Go fuck yourself, you fucking damn responsability" e dou uma navegada na internet e claro, assisto um filme. Filmes são ótimos e eu adoro terror. Gosto muito de sentar ao meu sofá, apagar a luz e ver um filmezinho. Poxa, obrigado pela dica, tentarei ver o mais rápido possível, embora eu não tenha lido a descrição do filme. Eu não gosto de descrições, sabe. Prefiro arriscar e me surpreender depois.
    Poxa, que vontade de assistir um filme que deu agora. Pensando bem, é o que eu vou fazer.
    Um abraço. Seu espaço está muito agradável. Voltarei mais vezes aqui.

    ResponderExcluir
  23. Nem preciso dizer que adorei a dica.
    Eu não conhecia e pelo que escreveu fiquei extremamente curioso. Até acessei um site de compras para ver se o encontrava (não achei). esse não vai estar na minha DVDoteca - hehehehe... Gosto de filmes assim, que de forma despretensiosa nos surpreendem.
    Vou procurar na locadora.
    Abraços.
    Fabiano

    ResponderExcluir
  24. parabens mesmo
    o jeito que voce escreve atrai as pessoas
    as deixam com vontade de LER +
    :DDD

    ResponderExcluir
  25. Filmes De terror pra mim tem que ser bom, eu fico muito puto quando é horrível! Porém, acho que filmes de comédia são mais complicados pra alugar...

    Beijão, passa lá: http://librianodoamor.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  26. Segunda vez no seu blog.
    Nossa, bem, confesso que este é um filme que nunca ouvi falar e também assisto poucos filmes, porém você tem um grande olhar crítico. Você analisa tanto o filme como um todo como cada pedacinho, acho que eu para fazer isso teria que assistir várias vezes um filme. Eu quando assisto um filme fico viajando. Quando gostamos de alguma coisa e queremos criar uma também, começamos a analisa-las. Você pensa em criar algum filme? Deveria escrever um roteiro, quem sabe você não descobre algo maravilhoso ai dentro da sua mente?
    Sucesso

    ResponderExcluir
  27. muito boom mesmo
    continue com seu blog porque é muito boom
    sucesso *-*

    ResponderExcluir
  28. caramba, nunca tinha escutado sobre esse filme..
    vou me informar mais!
    fiquei com vontade de ver..

    meu blog tb contem resenhas de filmes.. o/

    sucesso pra vc!

    ResponderExcluir
  29. adoro filmes nesse estilo, e esse nao é o unico q tem uma sinopse q n tem nada a ver, acontece muito isso nesse pais chamado brasil, rs

    ResponderExcluir
  30. Curti seu blooog.. =D
    http://anna-testemunhos.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  31. adorei o blog , muito interessante!

    ResponderExcluir
  32. parabéns ;D
    seu blog está demais!
    vou pesquizar sobre o filme...

    estou seguindo
    siga o meu tb ok?
    http://www.futebobeiras.blogspot.com/

    bjs

    ResponderExcluir
  33. Eu tenho um probleminha com filmes de terror, sou um bocado impressionável. Gosto, mas tenho medo...
    Estou no serviço e estou blogando. Escondidinha, mas blogando. O computador que estou usando é jurássico! O que importa e que estou aqui e posso manter contato.
    Bjkas e um bom dia.

    ResponderExcluir
  34. muito boa a dica
    eu vou fazer questão de conferir

    ResponderExcluir
  35. Esse Filme é muito F%da.
    Visitem!
    www.portalweb.cz.cc

    ResponderExcluir
  36. Esse filme é realmente um surpresa. Aliás, subestimadíssimo. As atuações são o que há de melhor nele, além dessa atmosfera pessimista e carregada.
    Muito bom o texto!

    ResponderExcluir

"Nunca houve no mundo duas opiniões iguais, nem dois fios de cabelo ou grãos. A qualidade mais universal é a diversidade." [ Michel de Montaigne ]

LEIA,
PENSE,
COMENTE!

Obrigada pelo seu Comentário!!