Ela Faz Cinema

Tenho a Musicalidade de Penny Lane.
Que por entre rotas inseguras
Caminho em Blues.
Nas ações desmedidas
Recaio no som perfeito de um bom e eterno Rock.
O ar que me enlaça?
Sinto-o pulsar em notas de um Soul.
Uma quase famosa personagem de mim mesma.
Sou música,
Sou viva,
Sou livre.

 Thanks!!!

This entry was posted on 18 de mai de 2010 and is filed under , . You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 . You can leave a response .

30 Responses to “ Ela Faz Cinema ”

  1. Simples, mas perfeito. Amei :)

    ResponderExcluir
  2. Muito lindo!!
    Pequeno mais fala muita coisa!

    ResponderExcluir
  3. Ei moça, olha eu por aqui de novo.

    Vou ser honesto, tenho mta dificuldade pra compreender poemas, isso desde a época da escola, passando pelo cursinho, vestibular... enfim, por isso mesmo as vezes não consigo comentar com total profundidade. mas uma coisa não pode negar, vc escreve mto, mas mto mesmo. agora engraçado são so comentários que elogiam e nem sempre comentam o poema em questão.

    abraços.

    http://blog-do-faibis.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Fabiano

    O pior é que se tem bastante destes comentários do gênero... Escrevi um texto sobre o assunto - Em Defesa da Poesia - isto a mais de um ano atrás e continua-se na mesma!

    ;D

    ResponderExcluir
  5. A bela Karla eu digo que és uma mistura de um rock gostoso e rebelde que nos liberta a alma com um elegante e periférico samba. amei o lindo poema

    P/ Fabiano.

    a poesia meu caro não é difícil de ser entendida, ela não pede muito, ele só diz, olha pra mim, sinta, apenas por sentir

    "ame-me, pelo amor do amor somente"

    Abraços

    ResponderExcluir
  6. Adorei,o seu blog o poema é lindo!Parabéns pelo o Blog

    ResponderExcluir
  7. Musicalidade e espírito de Penny Lanne.
    Liberdade, ainda que transviada.
    Excelente, como sempre, Karla!
    Um beijo!

    ResponderExcluir
  8. Muito legal
    Seu blog tambem é excelente!
    Bjo

    Se puder comentar tbm agradeço :D

    http://lockerzdownload.blogspot.com
    http://extremetuning2ponto0.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. gostei do post, interessante! USIOSUIOSJ

    karla hack manda muito bem no blogger ^^

    ResponderExcluir
  10. O mais legal de um poema, é que cada pessoa vai lê-lo de um jeito e no fundo, no fundo... só o autor é que saberá qual o real sentido que ele queria ter dado. Na verdade então, um poema não é somente um, mas vários. Porque a cada vez que uma pessoa diferente lê-lo, ele será interpretado de uma nova forma. Não é quem escreve que dá sentido aos poemas, Fabiano. E sim, quem o lê.
    Poemas nem sempre são para serem entendidos...
    gostei desse. Sucesso.

    ResponderExcluir
  11. Karla,
    Peço licença para responder ao Talles e a Priscilla no seu blog. Acho que essa discussão é mto válida.

    Legal a forma como mostram que os poemas devem ser entendidos e/ou compreendidos. Lendo os comentários que fizeram eu concordo praticamente em tudo. Só que talvez pela minha ignorância eu não consiga na maioria das vezes sentir o que o autor deseja passar com as palavras escritas. Sinceramente acho que quando um poema é escrito ele tem que ser compreendido sim de acordo com a visão do autor. Claro que podemos "viajar" mas creio que o poeta deve ficar frustado quando alguém faz uma leitura completamente oposta com o que ele propos.
    Falo isso pq a quase totalidade dos comentários que leio em posts do gênero, o que mais vejo é: lindo poema, poema profundo. Agora fico me perguntando se o que me intriga é a pobreza nos comentários de quem escreve.
    Enfim, acho que ainda tenho mto que aprender sobre poemas.
    Gostei mto dessa discussão. Acho isso acrescenta mto ao mundo dos blogueiros.

    Qto a vc Karla, parabéns mais uma vez pela blogueira que é. Inteligente, sagaz, espirituosa e acima de tudo competente no que faz.

    Abraços.

    Fabiano

    http://blog-do-faibis.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. um ótimo texto, assim como os demais dela, não é mesmo?
    gosto do seu jeito de expressar seus pensamentos,
    seus poemas são bem pessoais e ao menos tempo bem abstratos, dando uma vazão para podermos tirar nossas conclusões.
    enfim um ótimo texto
    =]
    :
    :
    http://bonecozumbie.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  13. BRAVO! Ótimo texto, ótimo blog.

    Adorei :D

    ResponderExcluir
  14. Perfeitamente perfeito, Muito simples, e muito bom! ABçs, Marujo

    ResponderExcluir
  15. belissimo, muito gostoso de se ler^_

    xau

    ResponderExcluir
  16. Penny lane is in my ears and in my eyes.

    "Sinto-o pulsar em notas de um Soul."
    Quando li, pensei num tio meu que é baixista.

    ResponderExcluir
  17. gosto de poemas curtos como o seu, bem facil de entender,rs
    abç!

    ResponderExcluir
  18. curto, mas com uma incrível força! parabéns!

    ResponderExcluir
  19. como ja disseram, pequeno mas fala MUITO !
    eu gosteeei *-*
    parabéns por ele e pelo blog todo :D

    beijos
    http://www.gapereira.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  20. Os bons versos são ascassos atualmente...não pude deixar de perceber a discussão sobre poesia no começo dos comentários...acredito q badta um pouco de sensibilidade, mas não somos pessoas iguais, logo pra um isso torna-se mais de difícil doq pra outro..
    mt lindos os versos!

    beeijo

    ResponderExcluir
  21. Muito Show GURIA!
    parabéns Gostei do blog!

    ResponderExcluir
  22. Amo a Penny Lane, mas prefiro o William Miller do Quase Famosos...rs

    Bjos

    ResponderExcluir
  23. tem outros dois selos para você, queria Karla, grande abraços

    ResponderExcluir
  24. Sua poesia é simples e deliciosa, como o seu blog inteiro!! É possível saborear cada poesia dele, sabe!? Aquelas coisas que são simplesmente gostosas de ler?

    ResponderExcluir
  25. Lindo o poema.
    Preferi não opinar no post novo,pois não sou tão expert assim em poesia. Eu gosto ou não de um poema. E deste eu gostei.
    Bjkas e um bom sábado para vc.

    ResponderExcluir
  26. muito belo o poema, sou livre, sou vivo ;D

    ResponderExcluir
  27. Adorei o poema, muito direto, ainda assim passa muito; mais uma bela obra para sua lista...^^

    ResponderExcluir

"Nunca houve no mundo duas opiniões iguais, nem dois fios de cabelo ou grãos. A qualidade mais universal é a diversidade." [ Michel de Montaigne ]

LEIA,
PENSE,
COMENTE!

Obrigada pelo seu Comentário!!